Procurador recorre ao STJ para levar policial à cadeia

O MPE-MS (Ministério Público Estadual) recorreu ao STJ (Superior Tribunal de Justiça) para levar de volta à prisão o policial militar Dijavan Batista dos Santos, de 37 anos.

Dijavan que foi beneficiado com habeas corpus no início deste mês, é denunciado por homicídio qualificado e posse ilegal de arma de fogo pelo assassinato do bioquímico Julio Cesar Cerveira Filho, de 43 anos. O caso ocorreu no dia 8 de julho, Julio morreu com um tiro dentro de sala do cinema no shopping de Dourados.

O procurador de Justiça Luis Alberto Safraider, através da 19ª Procuradoria de Justiça Criminal, ingressou com recurso especial, originalmente direcionado ao desembargador Carlos Eduardo Contar, vice-presidente do TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), para cassar a decisão proferida em 6 de agosto pela 2ª Câmara Criminal da Corte e decretar a prisão preventiva do réu. (Jéssica Vitória com informações do Dourados News)

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.