Polícia resgata mulher presa em cativeiro há seis meses pelo marido, preso em São Paulo

Foto: Divulgação/Polícia Civil
Foto: Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Civil resgatou ontem (15) uma mulher, de 39 anos, que viveu seis meses em um cativeiro e que frequentemente era agredida pelo marido, de 80 anos, dentro de uma residência na cidade de Brasilândia, a aproximadamente 400 quilômetros de Campo Grande.

Em nota, a Polícia Civil informou que foram feitas denuncias anônimas por vizinhos que estranharam o fato da mulher nunca ser vista saindo do local. Ao chegarem no endereço, os policiais avistaram um cadeado pelo lado de fora do portão e logo em seguida pularam o muro, localizando a vítima dentro do imóvel que não havia a mínima condição de higiene.

Após esforço da força policial montada envolvendo a Polícia Civil e Militar de Mato Grosso do Sul e de São Paulo, o suspeito foi encontrado pelo TOR (Tático Operacional Rodoviário) da Polícia Militar paulista na cidade de Pacaembú (SP), distante 100 quilômetros de Brasilândia.

O idoso estava armado com um revólver calibre 38 municiado, acompanhado do filho e ambos receberam voz de prisão. Depois da captura, o filho do suspeito revelou que tinha ciência do sequestro e que colaborava com o pai nas sessões de tortura.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.