Polícia Militar realiza 15 mil operações no MS em 2019

Operações 2019

A Polícia Militar de Mato Grosso do Sul tem investido no policiamento ostensivo e preventivo em todo o Estado, foram realizadas 15,5 mil operações em 2019. E diante as ações, desde o primeiro balanço divulgado no ano pela instituição tem mostrado grandes resultados contra a criminalidade.

“As operações é uma formar de coibir os futuros delitos e a segurança pública de Mato Grosso do Sul esta atenta a isto. Já fizemos mais de 15 mil operações e pretendemos até o fim do ano fazer pelo menos, com certeza, 10 mil operações”, garante o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Waldir Ribeiro Acosta.

No último balanço publicado pela PM, de 1º de janeiro a 28 de julho, foram apreendidas 99,9 toneladas de drogas, em 13 dias a polícia apreendeu 6 toneladas no Estado se comparado ao balanço de 1º de janeiro a 14 de julho, quando foram 93,9 toneladas apreendidas. Conforme o comandante, apesar do número expressivo de apreensões, não quer dizer que estão traficando mais.

“O número de apressões é grande, mas isso está relacionado mais na eficiência de nossas ações em todas as frentes do que o fato de estarem traficando mais. Acredito que ainda no próximo balanço que deve sair semana que vem, as apreensões passem das 100 toneladas”, assegurou o coronel.

Ainda segundo balanço, foram apreendidos 4 milhões de maços de cigarro, 548 armas ilegais, 1,2 veículos foram recuperados, 2,9 mil mandados de prisão cumpridos, 16,8 mil pessoas conduzidas até a delegacia, mais de 500 mil pessoas e 347 mil carros abordados pelos policiais militares.

O jornalista Itamar Buzzatta, 40, que é repórter do jornal O Estado Online e da a filiada Band em MS, TV Guanandi, recebeu na manhã desta segunda-feira (26) uma homenagem do Primeiro Batalhão de Polícia Militar da Capital, que tem como comandante o coronel PM Klimpel.  Acesse também: Senai MS tem 2º melhor curso a distância do Brasil

(Rafaela Alves)

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.