Polícia Civil apreende quase 140 kg de cocaína em MS

cocaína
Divulgação

A Polícia Civil através do Setor de Investigações Gerais – SIG, do 1º DP de Ponta Porã, em investigação e trabalho de inteligência policial, apreendeu nesta quarta-feira (25), um carregamento de 139,7 quilos de cocaína aparentemente pura. A droga estava em veículos em uma residência no Bairro Copafronteira.

Conforme o site Ponta Porã News, a investigação levou os policiais até a casa onde inicialmente localizaram duas caminhonetes Amarok. Os veículos aparentavam integrar a frota da concessionária Energisa. Através de checagem, foi constatado que não eram da empresa, mas sim clonados para utilização em crime.

Com a constatação o local foi “estourado” e a carga de cocaína possivelmente pronta para deixar a fronteira, encontrada em uma das caminhonetes. A delegada encarregada da operação determinou perícia nos dois veículos para definir desde quando traficantes se valiam da armação.

Levantamento aponta que o prejuízo ao crime organizado chegue a R$ 3,120 milhões com a apreensão da cocaína. Por conta da investigação em andamento, não foram revelados nomes de envolvidos no esquema.

Acesse também: “Quero meu filho vivo”, diz mãe de pastor desaparecido em Campo Grande

O choro de uma mãe desesperada pode ser sentido por todas as outras, principalmente quando vem acompanhado da frase “quero meu filho vivo”. Esse é o pedido da dona Venina Lopes, de 61 anos, que chora pelo desaparecimento do filho, pastor Junior Lopes que saiu na noite de segunda-feira (23) para ir à igreja e não retornou.

Conhecido como D’Black Bartender, Junior tem 28 anos, é casado e tem uma filha de cinco anos. Pastor há três anos e integrante da igreja há 12, o rapaz não tinha briga com ninguém no bairro, o que deixa a família ainda mais aflita, sem entender o que aconteceu. (leia a matéria completa aqui)

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *