Motorista foge após matar mototaxista atropelado em MS

Idoso - mototaxista
Reprodução

Um mototaxista morreu após colidir em uma carreta, na noite desta quinta-feira, dia 02 de setembro, na rodovia BR-060, próximo à cidade de Chapadão do Sul – distante 300 quilômetros de Campo Grande. O motorista do veículo, que era utilizado para carregar cana fugiu sem prestar socorro à vítima, segundo testemunhas.

Conforme o Dourados News, o trabalhador que era conhecido como Elias Mototaxista, morava na rua K, no Bairro Esperança, em Chapadão do Sul. Ainda não se sabe o que teria causado a batida fatal. A colisão ocorreu próximo ao trevo de acesso à uma usina de Chapadão do Sul.

Quando o Corpo de Bombeiros chegou ao local encontrou Elias estava caído com ferimentos graves no rosto e pelo corpo. Ele ainda foi levado ao Pronto Socorro do Hospital Municipal, mas não resistiu aos ferimentos.

Elias deixa esposa e dois filhos, conforme o portal Jovem Sul News. A Polícia Militar de Paraíso das Águas esteve no local para atender à ocorrência.

Acesse também: Mototaxista é preso acusado de fazer “disque droga”

A Polícia Militar prendeu dois homens acusados de tráfico de drogas, em Água Clara. Um dos suspeitos aproveitava a profissão de mototaxista para atuar no “disk drogas”.

A prisão ocorreu durante patrulhamento, quando os policiais abordaram uma motocicleta Honda/ Twister e encontraram com o passageiro substância análoga a maconha.  No outro bolso do homem também foram achadas uma porção de crack e a quantia de R$ 650.

O autor negou possuir outros entorpecentes, mas em revista no imóvel do suspeito a PM localizou três papelotes de cocaína embalada para venda.  Na casa, a esposa relatou que apanhava do marido quando questionava se o mesmo estava envolvido com tráfico de drogas.

Os dois envolvidos foram apresentados à autoridade judicial para as devidas providências cabíveis. (leia a matéria completa aqui)

Leia também matérias do caderno impresso.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *