Fonoaudiólogo é preso suspeito de abusar de criança durante consultas

Divulgação/DEPCA
Divulgação/DEPCA

A Polícia Civil de Campo Grande, por meio da DEPCA (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente), investiga o caso de um suposto caso de abuso sexual contra uma criança, de 8 anos, durante consultas em um fonoaudiólogo, preso ontem (9), em Campo Grande.

Segundo boletim de ocorrência, na terça-feira (8), o caçula perguntou ao irmão, de 10 anos, se o comportamento do fonoaudiólogo era normal. Em seguida, a vítima contou para a mãe o que acontecia dentro da sala do médico.

Ciente da situação, a mãe levou o filho para uma outra consulta para comprovar se realmente haviam os abusos. Foi quando seu filho saiu correndo da sala, dizendo que o suspeito teria passado a mão em sua genitália por baixo de sua roupa.

Na delegacia especializada, a vítima passou por um atendimento psicossocial e confirmou que os abusos vem acontecendo a aproximadamente quatro meses. Segundo ele, o médico abriu o zíper da calça e pressionou a genitália por baixo da cueca, um contato direto e sem luvas.

Com informações do repórter Itamar Buzzatta

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.