Vacina do SUS protege contra pneumonia desde 2019

vacina22

Aprovada em outubro de 2019, para distribuição pelo Sistema Único de Saúde (SUS), a vacina pneumocócica chamada de Prevenar 13 é o único imunizante que oferece proteção contra pneumonia, meningite e septicemia. Esta doenças são causadas por 13 sorotipos de pneumococo: 1, 3, 4, 5, 6A, 6B, 7F, 9V, 14, 18C, 19A, 19F e 23F. Se a imunização fosse liberada para todos, quem pegasse COVID-19 não teria problemas pulmonares e, portanto, nenhum sequela respiratória.

Mas, a vacina só está disponível para pacientes imunossuprimidos, ou seja, com o sistema imunológico comprometido. São eles pacientes oncológicos, transplantados e com HIV. Ela está liberada para paciente a partir de cinco anos de idade, desde que atendam os requisitos necessários. O imunizante é produzido pela Pfizere e em Campo Grande foi liberado no dia 12 de agosto de 2020, de acordo com publicação no Diário Oficial do Estado (Veja aqui) de mesma data abrangendo os municípios de Bandeirantes, Camapuã, Chapadão do Sul, Corguinho, Costa Rica, Figueirão, Jaraguari, Maracaju, Nova Alvorada do Sul, Paraíso das Águas, Ribas do Rio Pardo, Rio Negro, Rochedo, São Gabriel do Oeste, Sidrolândia e Terenos. Anastácio, Corumbá, Coxim, Dourados, Jardim, Eldorado, Nova Andradina, Paranaíba, Ponta Porã e Três Lagoas.

De acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde), a pneumonia causada por pneumococo é responsável por cerca de 30% das pneumonias diagnosticadas no mundo e é a responsável por boa parte das hospitalizações e por 1,6 milhão de mortes por ano. O Brasil está entre os 15 países com maior incidência de quadros de pneumonia.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *