Vítima da Covid-19, dono da Ciclo Ribeiro é sepultado na manhã deste sábado

Crédito: Reprodução
Crédito: Reprodução

Vítima da Covid-19, o dono da Ciclo Ribeiro, Clemêncio Frutuoso Ribeiro de 67 anos morreu na noite desta sexta-feira (9), após complicações no quadro e três paradas cardíacas. O velório e sepultamento do empresário e ex-político acontece à partir das 8h deste sábado (10) no Parque das Palmeiras em Campo Grande.

Ribeiro ficou internado por 20 dias no Hospital Proncor para o tratamento da doença e não resistiu. Ele teve três paradas cardíacas entre o final da tarde e o início da noite e foi reanimado. A equipe médica continuou administrando altas doses de medicações para manter a pressão e parâmetros ventilatórios elevados, mas obteve sucesso.

Nas redes sociais, familiares, amigos e colaboradores lamentam a morte de Clemêncio.  “É meu amigo de anos… como dói perder uma pessoa tão simples e boa de coração. Que Deus coloque você em um bom lugar”, declarou uma amiga no aplicativo.

“Perdi meu tio! Mais um que entrou para a estatística na guerra contra esse vírus que vem abreviando a vida de muitos. Tio Ribeiro foi um homem lutador, começou do zero como mecânico de bicicleta e com muito trabalho, determinação e humildade chegou a ser o maior atacadista do ramo no Estado. Foi meu primeiro patrão quando eu tinha de 12 para 13 anos e o meu apoiador na formação profissional”, relembro um sobrinho.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *