Policial Civil mata esposa e comete suicídio em Jardim

Nos primeiros dias do ano, o primeiro caso de feminicídio foi registrado em Mato Grosso do Sul. O Policial Civil Adalberto Duarte da Silva, 43, é acusado de matar sua esposa, Lícia Cathiane, e depois cometer suicídio na tarde de quinta-feira (2), em Jardim, a aproximadamente 265 quilômetro de Campo Grande.

Segundo informações de amigos dos envolvidos, o policial estava afastado das funções e vinha passando por tratamento de saúde piscológica. Não foi confirmada a motivação para o crime.

Segundo informações preliminares, Adalberto não aceitava o fim do relacionamento e teria efetuado dois tiros contra sua esposa, e logo após cometeu suicídio com um tiro na cabeça.

Os dois residiam na Rua Corumbá, na Vila Angélica I, local onde ocorreu os fatos. Adalberto era lotado no primeiro departamento de Polícia Civil de Jardim, onde atuava como investigador de Polícia Judiciária. (João Fernandes com Jardim Notícias Online)

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.