MS registra maior média móvel de casos de coronavírus desde o início da pandemia

covid-19
Foto: Reprodução/ Internet

O boletim epidemiológico da SES (Secretaria de Estado de Saúde) desta sexta-feira (21) divulgou a maior média móvel de casos desde o início da pandemia, 1.530,0. Recentemente, foram confirmados 1.942 casos, maior número registrado em um dia neste ano.

Conforme o boletim, em número de confirmações, maio só fica atrás dezembro de 2020, quando foi registrada a maior quantidade, sendo 34.700 pessoas contaminadas.

Do total de casos confirmados, 251.705 são considerados recuperados e 14.031 estão em isolamento domiciliar, enquanto 1.143 permanecem hospitalizados, sendo 647 em leitos clínicos e 496 em UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

A macrorregião de Campo Grande apresenta a maior taxa de ocupação de leitos de UTI/SUS, 98%, seguida por Corumbá (96%), Dourados (95%) e Três Lagoas (95%). O cálculo é feito a partir de leitos ocupados com casos positivos, suspeitos e “Não Covid-19”.

O Estado soma 6.382 mortes, desses, 32 foram registrados recentemente e são de Campo Grande (14), Três Lagoas (3), Aquidauana (2), Dourados (2) e Naviraí (2). Somou um cada: Eldorado, Fátima do Sul, Jardim, Miranda, Nova Andradina, Rio Brilhante, Rio Verde de Mato Grosso, Rochedo e Sidrolândia.

Desde o início da pandemia, o Estado registrou 803.369 notificações, 520.712 foram descartadas e 2.291 amostras estão em análise no Lacen (Laboratório Central de Mato Grosso do Sul). Outros 7.105 casos permanecem sem encerramentos pelos municípios.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.