Em julgamento, Nando chora, se estapeia e acusa companheiro

Em mais um julgamento, o serial killer do Danúbio Azul, Luiz Alves Martins Filho, conhecido como Nando, comparece pela primeira vez ao Tribunal do Juri, já que os anteriores eram feitos por videoconferência. Durante o depoimento, Nando se estapeou e chorou na frente dos jurados, alegando que confessou os crimes porque era torturado pela polícia.

Dando outra versão, o acusado relata que apontava os locais dos corpos, pois quem cometia os crimes era Jeová Ferreira Lima de 57 anos, conhecido como “Vasco”. Conforme Nando, eles mantinham um relacionamento amoroso e ele via o companheiro enterrar os cadáveres.

O julgamento desta sexta-feira (23), Nando é acusado do assassinato de Eduardo Dias Lima, que era conhecido como “Eduardinho” e na época tinha 15 anos. O jovem foi morto asfixiado por uma correia de máquina de lavar roupas, após roubar duas garrafas de Nando, em 2015. (Graziella Almeida e Rafaela Alves )

Veja o vídeo:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.