Dia das mães é de saudade e boas memórias para mulheres que perderam os filhos para a Covid-19

Crédito: Cayo Cruz
Crédito: Cayo Cruz

Saudade, é um dos sentimentos que vai falar mais alto no dia das mães este ano. As risadas e lembranças boas de mulheres que perderam seus filhos para a Covid-19, vai ser o presente que ficará para sempre no fundo do coração. Divone Belo de 77 anos, conta que nunca imaginou passar um dia tão especial longe do filho, Bruno Belo, que faleceu há pouco mais de dois meses vítima da doença. “Eu nunca pensei que meu filho pudesse partir antes de mim, um homem novo, cheio de saúde, de energia, sem nenhuma comorbidade, é inacreditável” relata.

Médico veterinário, pai, esposo, coach, amigo querido por todos e um filho incrível. Com lágrimas nos olhos, é assim que Divone descreve o filho que se foi aos 39 anos de idade. “O Bruno era muito querido, amava ajudar as pessoas e estava sempre atento à necessidade do outro. Um ser humano que cativava em todo lugar onde ia, todo mundo se apaixonava por ele, quando ele chegava o clima mudava totalmente. Ele foi o meu maior presente da vida, e foi o meu presente para o mundo, esse ano vai ser difícil sem ele. Eu sofro muito o tempo inteiro, é inexplicável essa dor” lamenta.

Para Divone, a maternidade é e sempre foi a coisa mais importante do mundo. Ela lembra com carinho dos momentos em que pode desfrutar da companhia do filho, e é entre as fotos, mensagens e memes da internet que compartilhavam um com o outro, passeios pela cidade e poemas em datas especiais, que ela pretende acalentar o coração hoje, dia 09 de maio. “Eu nasci para ser mãe, eu não vejo nada de melhor nessa vida além da maternidade, eu vivi para os meus filhos e vou guardar cada segundo que passei com o Bruno. As vezes ele ia atender algum bichinho à domicilio e me ligava dizendo: mãe, quer dar uma volta comigo? eu dizia que sim, ele falava, me espera ai na frente. Isso me enchia de alegria. Ele vinha aqui em casa, sentava no sofá e falava: mãezinha eu vim te escutar, pode falar, porque os idosos precisam conversar” relembra entre risos e lágrimas.

Vítimas da doença no País 

O Brasil registra, até o momento, 421.316 mortes por covid-19. Em 24 horas, a contar de sexta-feira (7) para este sábado (8), foram confirmados 2.202 óbitos e 63.430 novos casos. No total, 15.145.879 casos foram diagnosticados no país.

Só na faixa etária de Bruno, entre 39 e 50 anos de idade, cerca de 28.398 vidas perderam a batalha para a doença. O número faz parte de uma pesquisa realizada pela Folha de São Paulo.

Assista na íntegra 

 

 

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *