Maurício Souza, do vôlei, é afastado e multado por homofobia

1_mauricio_souza-19351777

O central Maurício Souza, do Minas Tênis Clube, foi multado e afastado do clube por tempo indeterminado na terça-feira, 26 de outubro, após fazer comentários homofóbicos nas redes sociais. O clube foi cobrado por patrocinadores para tomar medidas cabíveis e a decisão foi tomada. Além da multa e do afastamento, o atleta também deverá se retratar publicamente.

Em suas redes sociais, no último dia 12 de outubro, o jogador criticou o anúncio da editora DC Comics sobre o novo Super-Homem se descobrir bissexual nas próximas edições dos quadrinhos.

“Ah é só um desenho, não é nada demais. Vai nessa que vai ver onde vamos parar…”, escreveu o jogador. E ainda criticou a decisão da TV Globo de usar pronome neutro nas novelas, em respeito a pessoas que preferem não se identificar a um gênero específico.

Na terça-feira, 26, a montadora Fiat e a produtora de aço Gerdau compartilharam os respectivos posicionamentos, nos quais ambas pediram ao clube “medidas cabíveis”, tendo em vista que Maurício realizou um discurso de ódio.

Na resposta inicial do time, emitido nesta segunda-feira, 25, o Minas disse que a opinião do central não representa o time: “O Minas Tênis Clube pondera que já conversou com o atleta e tem orientado internamente sobre o assunto”, informava a nota.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *