Voleibol é a modalidade a receber verba da Fundesporte

Reprodução
Reprodução

A Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul) irá investir R$ 2 milhões no esporte sul- -mato-grossense por meio do novo projeto o MS Esporte Elite. A verba será distribuída entre o vôlei, handebol, basquete e futebol, em que cada modalidade vai receber R$500 mil para a formação de equipes de alto rendimento para representar o estado em competições nacionais e internacionais.

De acordo com o diretor- -presidente da Fundesporte, Marcelo Miranda, embora a Fundação tenha incentivado o fortalecimento do esporte e dos jogos escolares, o estado ainda não possui clubes fortes que disputam campeonatos brasileiros. “A ideia é que essa verba ajude a levar nossas equipes para competições nacionais, auxiliando também para que cada clube traga atletas de fora para fortalecer as nossas equipes”, apontou Marcelo, ontem (23), por telefone.

O voleibol será a primeira modalidade a receber o benefício por meio do Edital de Chamamento Público, que prevê a destinação de R$ 500 mil por meio do Termo de Fomento. Entre os critérios de avaliação estão a proposta da equipe e o histórico de campeonatos e títulos. As propostas serão recebidas até dia 21/07 e ainda não tem data para a liberação da verba.

O diretor da Fundesporte destaca que essa verba vai auxiliar na organização dos clubes. “Era o que faltava. Não cobre cem por cento dos custos de uma competição de nível nacional, mas já auxilia e vai nos ajudar a resgatar projetos que já tivemos no passado”, aponta.

Competições

Como a verba que será disponibilizada para a modalidade não será encaminhada para a FVMS (Federação de voleibol de Mato Grosso do Sul) e sim para uma das seleções inscritas no edital. Os técnicos de cada equipe realizam uma avaliação para identificar os atletas que serão convocados para os treinamentos oficiais. Os treinos preliminares já estão acontecendo de acordo com cada técnico.

De acordo com o presidente da FVMS, José Eduardo Amâncio da Mota, conhecido como professor Madrugada, o objetivo é ter estadual na superliga C de voleibol de quadra, que já está sendo montada. “A ideia é formar essa equipe para disputar em setembro a outubro deste ano, com o objetivo de se classificar para a superliga D no próximo ano. Essa verba vai ajudar nosso estado a ter uma equipe de alto nível para competir nacional”, aponta Madrugada.

As competições estaduais de vôlei estavam previstas para retomar neste mês de junho, mas devido ao agravamento da condição pandêmica, foi adiado para o começar 17/07 no município de Bandeirantes.

A partir do segundo semestre também está previsto o início da Copa Cidade nas categorias adulto e master, porém ainda sem data definida. Já no dia 14/08 começa a primeira etapa do terceiro circuito interbairros 4X4. Todas as competições previstas poderão ser adiadas novamente sem aviso prévio.

Texto: Ellen Prudente

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.