Na Copa Verde, Águia Negra recebe time de MT à base de elenco caseiro e ‘superação’

Águia Negra
Divulgação/Internet

O Águia Negra recebe hoje (13), às 15h, no Ninho da Águia, em Rio Brilhante, o Nova Mutum-MT, pela primeira fase da Copa Verde 2021. O clube rubro-negro volta a disputar um jogo oficial após pouco mais de um mês, quando foi eliminado do Brasileiro da Série D, e busca pelo menos evitar nova goleada.

Na Copa Verde 2020, disputada no começo deste ano em virtude de adiamento causado pela COVID-19, o Águia Negra caiu fora já na primeira fase, depois de ser atropelado pelo Sinop-MT, por 4 a 0.

Nesta quarta-feira, o Águia tem pela frente outro adversário de Mato Grosso. O Nova Mutum também disputou a Série D este ano. Porém conseguiu avançar para a segunda fase, quando foi eliminado pelo Uberlândia-MG. O time mineiro, aliás, está nas quartas de final da quarta divisão, uma antes da semifinal, em que os quatro classificados garantem vagas para a Série C 2022.

Segundo o presidente do Águia, Iliê Vidal, o clube vai disputar o torneio com base na “superação”, com elenco formado apenas por atletas da região, e o técnico Luiz Carlos Vilela. A primeira fase e as oitavas de final são decididas em um jogo só. “Não temos muito o que falar, situação difícil”, disse o dirigente, ontem, à reportagem. Ele afirmou que não haverá público no estádio.

Reflexo da situação do futebol no Estado, Mato Grosso do Sul não possui clubes já garantidos nas oitavas de final do torneio regional. Diferente do Pará, com Remo e Paysandu, Roraima, com o São Raimundo, o Amazonas, com Manaus, o Acre, com Atlético e o Rio Branco, o Goiás, com Vila Nova, e o Cuiabá-MT.

Deficitária, o principal atrativo da Copa Verde é a vaga direta para a terceira fase da Copa do Brasil 2022. (Luciano Shakihama)

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *