Volume de serviços cresce 5% em junho, diz IBGE

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou que o volume de serviços cresceu 5% em junho em comparação com maio, esse é o 2º maior percentual da série histórica, iniciada em 2011.

O resultado foi o 1º crescimento no setor depois de 4 meses de taxas negativas consecutivas, quando acumulou perda de 19,5%. Em comparação com junho de 2019, os serviços recuaram 12,1%, o que representa a 4ª taxa negativa seguida.

No 1º semestre, o setor tombou 8,3% em comparação com o mesmo período do ano anterior. Segundo o IBGE, o setor vinha se recuperando antes da pandemia de covid-19, que limitou o fluxo de pessoas.

Os efeitos negativos da pandemia sobre os serviços começaram a ser sentidos nos últimos 10 dias de março e se aprofundaram nos 2 meses subsequentes com as medidas de distanciamento social. Cerca de 60% do PIB (Produto Interno Bruto) do país se deve ao setor.

O volume de serviços recuou 3,3% em 12 meses, o resultado negativo mais intenso desde novembro de 2017, quando a queda foi de 3,4%.

Veja também: Cerca de 50% dos trabalhadores devem pagar dívidas com FGTS

(Texto: com informações do Poder 360)

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *