Software ajudará fazendas de MS a produzir e preservar

As 12 fazendas pantaneiras de Mato Grosso do Sul selecionadas por pesquisadores ganharão uma nova ferramenta chamada de FPS (Fazenda Pantaneira Sustentável),  para avaliar o quão sustentáveis são as propriedades e quais as principais ações a serem desenvolvidas para atingir uma realidade que integre o desenvolvimento e preservação.

A ferramenta criada pela Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), utiliza um software de lógica difusa para avaliar, a partir de indicadores ambientais, econômicos e sociais, a sustentabilidade da produção.

Por possuir uma complexidade singular, o bioma panteiro varia bastante, o que faz com que cada propriedade tenha suas peculiaridades. Com o FPS, serão avaliadas, por exemplo, condições de estrada, educação e saúde, entre outros fatores que podem afetar uma propriedade rural, além de aspectos que são relacionados diretamente à responsabilidade do produtor rural.

Quem estiver dentro do programa FPS, poderá dispor de algumas tecnologias de recuperação de pastagem nativa e o avanço da pastagem exótica onde for necessário. O principal critério para o produtor interessado em participar é a busca de sustentabilidade para produzir com menor impacto econômico e socioambiental. (João Fernandes com Marcus Moura)

Veja mais detalhes, na matéria completa, na versão digital do jornal impresso.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.