Conta de luz para consumidores da tarifa social deve ficar 8,5% mais barata

Presidente do Conselho dos Consumidores de Energia Elétrica da Área de Concessão da Energisa –MS (Concen/MS), Rosimeire Costa. (Foto: Geliel Oliveira)
Presidente do Conselho dos Consumidores de Energia Elétrica da Área de Concessão da Energisa –MS (Concen/MS), Rosimeire Costa. (Foto: Geliel Oliveira)

A conta de luz para os beneficiários da tarifa social, deve ficar 8,5% mais barata no mês de novembro. A medida foi anunciada no dia 29 de outubro, e corresponde ao pagamento de R$ 1,87 para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. Para os consumidores que não se encaixam na tarifa social, a escassez hídrica continua forçando a bandeira vermelha até abril de 2022.

Em entrevista ao O Estado Play, a presidente do Concen/MS (Conselho dos Consumidores de Energia Elétrica da Área de Concessão da Energisa/MS), Rosimeire Costa, afirmou que os serviços essenciais como água e luz, são muito importantes no orçamento familiar, principalmente a energia.

“Nós do conselho fizemos um cálculo para saber qual seria o impacto dessa decisão da Agência Nacional, é isso é muito importante para o consumidor, reduzir a fatura para os consumidores de baixa renda de aproximadamente 8,57%. Porém nosso Estado o consumidor deve ficar atento, a bandeira amarela não entra na lei editada pelo Governo do Estado que é a isenção do ICMS”, finaliza Rosimeire.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.