BC corta Selic para 4,5% ao ano, a menor da história

O Copom (Comitê de Política Monetária) do Banco Central reduziu pela quarta vez consecutiva a Selic, a taxa básica de juros da economia brasileira. O corte anunciado nesta quarta-feira (11), foi de 0,5 ponto porcentual. Com isso, a Selic alcança o patamar de 4,5% ao ano, a nova mínima histórica para a taxa.

A queda na taxa já era esperada pelo mercado financeiro, graças a indicação do Copom na ata da reunião de outubro. Segundo o mais recente Boletim Focus, divulgado pelo Banco Central semanalmente, a aposta de analistas financeiros é que a taxa feche este ano em 4,5% ao ano.

A incógnita agora é para o direcionamento da política monetária em 2020, já que a inflação voltou a acelerar devido ao aumento na alimentação (com a disparada da carne bovina) e combustíveis. O Copom se reúne cada 45 dias e a próxima reunião está agendada para os dias 4 e 5 de fevereiro.

A Selic é usada como referência para todas as outras taxas de juros do mercado brasileiro e serve como instrumento de política monetária para controlar a inflação e estimular o consumo. (João Fernandes com Veja)

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *