Voltando de viagem, família de Aquidauana morre durante tragédia em Capitólio, Minas Gerais

Reprodução/Redes Sociais
Reprodução/Redes Sociais

Foi confirmado na tarde desta segunda-feira (10), a morte uma família de sul-mato-grossenses após um deslizamento de terra na região de Itabirito no sábado (8), em Brumadinho (MG). Eles estavam de saída da cidade para pegar voo de volta a Mato Grosso do Sul no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte.

Morreu o advogado Henrique Alexandrino dos Santos, 41, sua esposa Deisy Lúcia Cardoso Alexandrino Santos, 40, e os filhos do casal, Vitor Cardoso Alexandrino Santos, 6, e Ana Alexandrino Santos, 3 anos, segundo a publicação do secretário de Saúde de Goiás e primo das vítimas, Ismael Alexandrino. Por fim, um outro primo e motorista da viagem, Geovane Vieira Ferreira, 42, também faleceu preso ao veículo.

Segundo o site O Pantaneiro, a caminho do aeroporto, os familiares se depararam com um bloqueio na BR-040 e resolveram passar por uma estrada alternativa, tendo sido este o último contato telefônico com os familiares.

Henrique ocupou o cargo de secretário geral adjunto da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) de Aquidauana de 2019 a 2021 e, neste ano, assumiria um novo mandato. Sua morte fez com que a Ordem da cidade decretasse luto oficial de três dias.

“Imensamente comovidos e ainda em choque pela tragédia que levou ao falecimento do querido colega, atuante na advocacia sul-mato-grossense, nós, da Diretoria da 3ª Subseção da OAB/MS, comunicamos o falecimento do Dr. Henrique Alexandrino dos Santos. Dr. Henrique deixa enorme saudade para a Classe, amigos e toda família! Em nome da Classe dos Advogados, enviamos nossas condolências à família enlutada”.

Já a mãe das duas crianças e professora da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), também recebeu uma nota de pesar de onde trabalhava. “A professora Deisy deixa seu legado na UEMS, embora tenha atuado por apenas quase seis anos, demonstrou ser uma profissional de altíssimo nível, e uma pessoa capaz de colaborar com o crescimento coletivo. A família que conhecemos do curso de Agronomia de Aquidauana lamenta estas perdas, e eleva aos familiares e amigos nosso profundo pesar”, diz a homenagem do curso em que ela era docente.

A gerência da unidade de Aquidauana também registra que todos se encontram consternados com a triste notícia da tragédia com a nossa professora Deisy e familiares. “A professora Deisy, apesar de sua história ser recente na UEMS, deixa um enorme legado marcado pela sua capacidade técnica e compromisso no exercício das suas atividades. O momento é de profunda tristeza para todos nós”, disse o prof. Dr. Elói Panachuki, gerente da UEMS.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.