Uma reforma está atrelada à outra, afirma Simone

A senadora Simone Tebet (MDB-MS) declarou ontem (19) que “uma reforma precisa da outra”, ao se referir à importância de a reforma tributária vir em seguida à reforma da Previdência, que está sendo concluída no Senado. Segundo ela “as reformas não se sustentam sozinhas. Uma não substitui a outra, são comuns e complementares. Uma precisa da outra”, analisa a senadora.

Simone lembra ainda que “o Brasil tem pressa e o Senado tem consciência disso e pode entregar as duas [reformas] para a sociedade brasileira quase que simultaneamente”. Suas declarações foram feitas ontem (19) ao abrir a audiência pública na CCJ sobre reforma tributária, cumprindo o calendário previamente estabelecido.

Esta semana será marcada por uma série de audiências públicas na CCJ. A maior parte, sobre as mudanças na Previdência. Entre terça e quinta-feira, os parlamentares ouvirão especialistas, representantes do governo e de entidades de classe em audiências públicas que ocorrerão ao longo de todo o dia.

Reforma tributária

A senadora Simone disse que a reforma tributária é complexa, especialmente em relação às possíveis mudanças no ICMS, mas “sabemos que temos condições de avançar, porque não cabem mais impostos no bolso dos nossos trabalhadores”, afirmou.

Simone acredita que o Senado aprovará as duas reformas rapidamente. “É obvio que queremos a reforma mais ampla e irrestrita, a que possa ajudar o Brasil, mas sabemos das grandes dificuldades e das diferenças entre o Brasil que consome e o Brasil que produz”, constatou, ao se referir às dificuldades de consenso em relação ao ICMS.

Participam da audiência pública o ex-deputado Luiz Carlos Hauly, o deputado federal Luciano Bivar e o diretor-executivo da Instituição Fiscal Independente (IFI), Felipe Salto. (Laura Brasil com assessoria de imprensa)

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.