Sul-mato-grossense bate índice e garante vaga em Tóquio

Ale Cabral/CPB
Ale Cabral/CPB

O sul-mato-grossense Yeltsin Jacques bateu índice paralímpico na segunda fase da seletiva Brasileira da Confederação Brasileira Paralímpica de Atletismo, e garantiu vaga direta para os Jogos Paralímpicos de Tóquio nas provas de 1.500m e 5.000m. O fundista conseguiu se destacar na quinta-feira (17), no evento realizado no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, que aconteceu de 15 a 19/06. A primeira fase da competição foi realizada entre 8 a 12 deste mês.

Pela primeira vez disputando a categoria T11, pois passou por uma reclassificação oftalmológica no começo de 2021, Jacques teve uma troca de atleta-guia durante a prova, o que contribuiu para a boa marca. O atleta iniciou a disputa com o guia paraguaio Carlo Gonzales até 3,5 km, quando trocou por Lutimar Abreu, que conseguiu medalha de ouro no mundial em Dubai junto com o paratleta Julio Cesar Agripino. Até o ano passado o sul-mato-grossense corria pela T12, na qual é opcional o uso do atleta-guia.

Jacques disse que a prova foi muito boa e saiu do local feliz com o resultado. “A troca de guia foi essencial. Hoje corro no mesmo nível que atletas sem deficiência com altos índices. É praticamente impossível um guia correr a prova inteira com a mesma força”, relatou o paratleta, ontem (21), por telefone. Ele completou a prova em 15min24s27, sendo que a marca pré-estabelecida em sua classe é de 15min39s92.

O fundista tem várias marcas e medalhas em sua carreira, dentre elas: prata no 1.500m e bronze no 800m no mundial da França 2013, ouro nos 1.500 e 5.000m nos Jogos Parapan-Americanos de Toronto 2015 e duas medalhas em Lima 2019, sendo bronze na prova de 5.000m e ouro nos 1.500. “Agora vou para a Bolívia para fazer um trabalho de altitude, pois que se parece mais com Tóquio. Depois volto para Campo Grande, faço as malas e vou para o Japão”, disse o sul-mato-grossense que está confiante com primeiro lugar no oriente.

Além de Jacques, outros cinco atletas de Mato Grosso do Sul foram para o torneio, mas não conseguiram se destacar. Agora, todos os competidores, tanto da primeira fase quanto da segunda da seletiva, esperam a homologação dos resultados no ranking mundial para confirmar vagas nos Jogos de Tóquio, que serão realizados de 24/08 a 5/09.

Texto: Alex Nantes

Veja também: https://oestadoonline.com.br/aulas-presenciais-da-reme-voltam-em-horario-escalonado-para-evitar-aglomeracao/

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.