STF inclui Bolsonaro na investigação contra fake news

Bolsonaro - diesel
Divulgação

O ministro do STF (Superior Tribunal Federal) Alexandre de Moraes determinou nesta quarta-feira (4) a inclusão do presidente Jair Bolsonaro no inquérito que investiga a propagação de fake news. O presidente será investigado por conta das afirmações de suposta fraude nas urnas eletrônicas e ao sistema eleitoral do Brasil.

A notícia crime foi encaminhada pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Na decisão, Moraes determinou a instauração imediata de investigação sobre a conduta de Bolsonaro durante a live transmitida na semana passada pelas redes sociais.

Na transmissão, foram apresentados vídeos de eleitores que foram às urnas em eleições anteriores apontando supostos indícios de fraudes na utilização da urna eletrônica.

O envio da notícia-crime foi feito após o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, reafirmar que, desde implantação das urnas eletrônicas, nenhuma fraude foi registrada no sistema de votação. (Com Agência Brasil)

 

Acesse também: Bolsonaro admite não ter provas de fraude eleitoral

O presidente Jair Bolsonaro admitiu nesta quinta-feira, 29, que não possui provas de fraudes no sistema de urnas eletrônicas do Brasil. Em transmissão que prometia divulgar comprovações para acusações que vem fazendo há anos, o presidente se limitou a reforçar acusações sem provas e a divulgar relatos de eleitores, boa parte deles já desmentidos pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

 

A matéria completa pode ser lida aqui.

 

Confira mais notícias no jornal impresso.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *