‘Serial Killer’ deixa rastro de crimes no Distrito Federal e foge para Goiás

lazaro-barbosa-de-sousa

As buscas por Lázaro Barbosa Sousa, 33 anos, suspeito de matar uma família em Ceilândia Norte e aterrorizar moradores, no DF e Entorno, entraram na madrugada desta segunda-feira (14). Já são seis dias de fuga, após Lázaro quase ser preso na rodovia BR-070, próximo à cidade de Edilândia (GO), a 82 km de Brasília.

Na tarde deste domingo (13), o foragido furtou um carro em uma chácara de Cocalzinho (GO) e abandonou o veículo, um Corsa vermelho, após avistar um ponto de bloqueio montado pela polícia. Por volta das 18h30, o veículo foi abandonado por Lazáro na rodovia, a cerca de 30km de distância da chácara do rapaz. No interior do automóvel, foi encontrado um carregador de munições. Policiais iniciaram uma intensa busca pela mata, usaram cães farejadores, drones e helicópteros.

Lázaro é acusado de matar quatro pessoas, balear três, invadir chácaras, fazer reféns e atear fogo em uma casa na noite de sábado (12). Por volta das 8h de ontem, três caseiros de uma chácara afirmaram aos policiais que se depararam com o criminoso. Com facões e foices, foram fechar a porteira de uma chácara, em Cocalzinho, quando ficaram frente a frente com o suspeito, que fugiu.

Segundo os funcionários, o homem entrou em uma mata fechada próxima ao local. Para reforçar as buscas suspeito, mais 200 policiais e 50 viaturas do Distrito Federal e de Goiás se uniram e montaram uma base no trevo de Cocalzinho. Fazem parte do grupo unidades da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), da Polícia Militar (PMDF), da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Polícia Federal (PF).

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública de Goiás (SSP/GO) informou que assim que tomou conhecimento da ocorrência na região do entorno, a força-tarefa foi criada. Segundo o órgão, os secretários de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, e do DF, Júlio Danilo, coordenam os trabalhos.

(Com informações do Correio Braziliensse)

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.