“A Rota Bioceânica é o futuro da nova fronteira agrícola”

A senadora Simone Tebet, presidente da CCJ, comentou a importância da Rota Bioceânica, em Plenário, nesta segunda-feira (19). Ela lembrou que a rota vai reduzir o percurso ao mercado asiático em mais de oito mil quilômetros.

“A rota vai interligar todos os Estados que produzem ao mundo asiático, diminuindo o percurso e, consequentemente, o tempo. E tempo, neste caso, é dinheiro”, disse a senadora sul-mato-grossense.

A senadora explicou que a rota está praticamente pronta do lado brasileiro, faltando apenas o acesso e metade de uma ponte que vai ligar Porto Murtinho (MS) ao Paraguai. “Teremos a possiblidade de um novo futuro de fronteira agrícola, principalmente de commodities com o mundo asiático, num prazo de cerca de três anos”, disse, otimista. (Danilo Galvão com informações de assessoria)

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.