Reféns por seis horas, avó e bebê de um ano são abandonados em matagal na Capital

Reprodução - internet - imagem ilustrativa
Reprodução - internet - imagem ilustrativa

As vítimas foram sequestradas em uma usina em Ribas do Rio Pardo e não chegaram ser agredidas
Uma mulher de 44 anos foi sequestrada neste sábado (15) junto com o neto de apenas um ano de idade quando saíam de uma usina em Ribas do Rio Pardo – distante a 102 quilômetros de Campo Grande. Segundo informações da vítima a polícia, ela foi abordada em uma estrada da região por quatro homens armados e ficou por seis horas em cárcere privado.

A vítima que estava em uma caminhonete foi abordada pelos homens que estavam mascarados e anunciaram o assalto. Para a polícia a mulher contou que foi obrigada a entregar a caminhonete e foi mantida em cárcere junto com o neto, cerca de seis horas.

Os bandidos pegaram a rodovia com destino a Capital e conversavam entre si por mensagens telefônicas.
Ainda segundo o boletim de ocorrência, ao anoitecer já naCcapital, os homens entraram em um matagal onde as vítimas deixadas em um cativeiro sendo vigiadas por dois dos sequestradores.

A vítima informou a polícia que horas depois outro veículo chegou ao local. Com os olhos vendados e o bebê no colo, ela foi levada por dois bandidos até a cidade. Deixada em um local pouco movimentado.

Ao perceber que os homens haviam ido embora, a mulher conseguiu caminhar com o neto e pedir ajuda para moradores que acionaram a polícia.

Uma equipe do Batalhão de Choque foi acionada e fizeram rondas na região. Os policiais identificaram a caminhonete roubada em radares próximo à fronteira com o Paraguai, mas, até momento, nenhum bandido e nem a caminhonete haviam sido localizados.

O caso foi registrado como na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) Centro, em Campo Grande.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *