Programa “Cidadania Viva” inicia inscrições; bolsas vão de R$ 500 a 4,2 mil

cidadania viva jovens bolsas
Foto: Divulgação/Governo de MS

O governo estadual já regulamentou os critérios para contratação de bolsistas do programa “Cidadania Viva”, assim como os valores a serem pagos para cada função. O processo seletivo será conduzido pela Secic (Secretaria de Estado de Cidadania e Cultura) e começa hoje (25) a etapa de inscrições. O prazo vai até o próximo 12 de dezembro.

As bolsas iniciam a partir de R$ 500 e vão até R$ 700 para os cargos de monitores sociais. Podem participar da seleção estudantes de 16 a 29 anos devidamente matriculados no ensino fundamental, médio ou superior. Já para supervisores, os salários podem chegar até R$ 1 mil. A exigência aqui é de idade de 18 a 21 anos, com ensino médio ou superior.

Para os cargos de coordenadores, são duas disposições: na função regional (22 a 24 anos, ensino superior), com remuneração de R$ 1,2 mil a R$ 1,5 mil; e na coordenação geral (25 a 29 anos, já formados e matriculados em algum curso de pós-graduação), com salários de R$ 3,5 mil a R$ 4,2 mil.

Todas as regras e critérios do “Cidadania Viva” estão publicadas no DOE (Diário Oficial do Estado) desta quinta-feira. Inscrições podem ser feitas exclusivamente on-line no site da Fundect (Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia de MS).

O programa

O intuito é incentivar o exercício da cidadania em Mato Grosso do Sul por meio de uma série de atividades, entre elas a “Vozes Cidadãs” – que pretende levar conhecimento para população – e a “Prosa Cidadã” – que irá promover rodas de conversas em comunidades, universidades e segmentos sociais.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.