Professor de MS participa de Festival de Violão na Bolívia

Desde o início da semana, o violonista e pró-reitor de Extensão, Cultura e Esporte, Marcelo Fernandes, participa do 4º Festival Internacional de Violão em Cochabamba, na Bolívia. Ele já realizou dois concertos em Santa Cruz de la Sierra. Os recitais foram realizados na Faculdade de Ciências Humanas, da Universidade Autônoma Gabriel René Moreno. O evento foi promovido por meio de parceria entre a UFMS e o Instituto Bellas Artes de formação artística. O festival reúne músicos bolivianos e de outros países que se apresentarão em concertos e também master classes. O festival acontece no Teatro Achá e termina hoje (21).

No festival, Fernandes também vai participar como jurado no concurso que será realizado, neste ano, em homenagem a Máximo Pujol, instrumentista argentino. “Estou muito feliz em poder representar Mato Grosso do Sul e o Brasil neste Festival. Na minha participação, vou apresentar músicas de Reis, Pernambuco, Villa-Lobos e Camargo Guarnieri, além de peças do compositor e violonista espanhol Fernando Sor”, diz Marcelo. “Se fosse possível descrever com palavras a arte de Marcelo Fernandes, a expressão que melhor expressa é ‘naturalidade espontânea’. Sua personalidade afável e sorridente condiz totalmente com sua maneira de fazer música, com uma postura humilde, o violonista mergulha em todos os ritmos sem nenhum medo”, ressalta o diretor do evento, Marcos Puña.

Marcelo, que também é professor do curso de Música da UFMS, possui intensa carreira artística como violonista, tendo realizado concertos em Portugal, Espanha, Bélgica, Alemanha, Suíça e Estados Unidos. Possui graduação em Música com habilitação em violão, mestrado e doutorado em Artes pela Universidade de São Paulo (USP). Foi aluno regular do violonista e pedagogo uruguaio Abel Carlevaro. Na área de ensino, sua experiência é em interpretação e análise musicais, atuando principalmente nos seguintes temas: violão e execução instrumental.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.