Policiais fiscalizam situações de mulheres vítimas de violência

WhatsApp Image 2021-08-26 at 21.46.11

Polícias Civil e Militar realizaram na quinta-feira (26) a Operação Atroz, com o objetivo de fiscalizar medidas protetivas de urgência concedidas às mulheres vítimas de violência doméstica e familiar em Maracaju, a paroximadamente 153 quilômetros de Campo Grande.

Inicialmente, foi realizado um levantamento das medidas protetivas vigentes e cinco viaturas foram até os endereços para entrar em contato com as mulheres , verificando se as medidas protetivas já deferidas judicialmente estavam sendo cumpridas pelos agressores.

Ao todo, foram verificados o cumprimento de trinta medidas protetivas e uma pessoa foi presa em flagrante por descumprir medida protetiva de urgência. Além disso, os agentes verificaram dois casos de renúncia, que serão comunicados ao Poder Judiciário.

A operação policial, deflagrada em pleno Agosto Lilás, mês símbolo do combate à violência de gênero contra as mulheres, tem o intuito de demonstrar, também, o compromisso das Polícias Civil e Militar no enfrentamento à violência doméstica e familiar contra as mulheres no município de Maracaju.

O nome Atroz, dado à operação, faz alusão à perversidade e crueldade dos agressores para com as mulheres do seu convívio doméstico e familiar que sofrem física e psicologicamente com os crimes perpetrados. Acesse também: Corpo encontrado em córrego é de pastor desaparecido há três dias

(Com informações do repórter Itamar Buzzatta)

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.