Polícia paraguaia se retrata e nega morte de 5ª vítima em chacina na fronteira

chacina
Divulgação/Ponta Porã News

As autoridades policiais paraguaia se retrataram na manhã desta terça-feira (12) e esclareceram que a jovem brasileira que foi anunciada como morta, sendo a quinta vítima fatal do atentado registrado em Pedro Juan Caballero, ainda está internada em hospital brasileiro.

Para a TV ABC, o chefe da Investigação de Homicídios, Hugo Grance, inicialmente havia confirmado a morte da jovem Rhafaelli Alves do Nascimento, de 20 anos, três dias depois do atentado. No entanto, posteriormente, esclareceu que se tratava de uma confusão devido a um caso de homonímia.

O crime

Na manhã de sábado (9), quatro jovens foram mortes quando saíam de uma festa em uma casa noturna em Pedro Juan Caballero, no Paraguai. De acordo com as investigações, as vítimas tinham deixado um salão de eventos quando os criminosos chegaram atirando.

Ao amanhecer, a perícia técnica da Polícia Nacional concluiu o trabalho de investigação e dezenas de cápsulas de balas de vários calibres foram encontrados no local. Foram disparadas mais de 100 balas contra o veículo.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *