Polícia prende suspeitos que estupraram e jogaram criança de paredão

Polícia prende suspeitos que estupraram e jogaram criança de paredão
Crédito: PC MS

A Polícia Cívil prendeu nesta terça-feira (10), cinco suspeitos responsáveis por estuprar e jogar o corpo de uma indígena de apenas 11 anos, de um paredão, conhecido como Penhasco da Pedreira em Dourados. Os policiais receberam a informação sobre os fatos, iniciaram as investigações e localizaram os autores, sendo três adolescentes e dois adultos. Um deles era tio da vítima.

Conforme as apurações policiais, os suspeitos combinaram de levar a adolescente até o local para abusarem dela. Os dois meninos arrastaram a vítima de sua residência, onde ela fazia uso de bebida alcoólica com eles e a levaram para próximo do penhasco. O corpo da vítima estava em meio a pedras, sem roupa e a perna direita dilacerada, provavelmente devido à queda, de uma altura de aproximadamente 20 metros.

No local eles a obrigaram a ingerir pinga pura e depois passaram a abusar sexualmente dela por diversas vezes. Segundo eles, a todo momento a vítima gritava e pedia socorro e acabou desmaiando. Durante a barbárie o tio da vítima chegou ao local e também participou do crime. Quando a vítima começou a recobrar a consciência, voltou a pedir socorro e disse que ia denunciar os autores e por isso eles decidiram jogá-la do penhasco para não serem descobertos.

Todos os suspeitos confessaram o crime, tendo sido presos pelos crimes de homicídio qualificado, feminicídio e estupro de vulnerável.

Com informações de Itamar Buzzatta

Confira na íntegra: Menina de 11 anos é estuprada e jogada de paredão

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.