Polícia investiga caso de abuso sexual de menor

A DPCA (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) está investigando um caso de abuso sexual que teria acontecido dentro de uma casa de apoio para crianças que tratam de câncer. O possível autor seria um adolescente de 13 anos, que é parente de uma funcionária da instituição assistencial, e a vítima, uma criança de seis. De acordo com o boletim de ocorrência, a mãe notou comportamentos agressivos por parte do filho, que acabou relatando o caso.

Conforme o boletim de ocorrência, a mãe observou a mudança de comportamento do filho, que se tornou agressivo. Depois disso, ela viu uma conversa entre o seu filho e o adolescente em um jogo on- -line. Na troca de mensagens do game, ela viu o adolescente perguntar se a criança havia contado alguma coisa para a mãe. A vítima respondeu negativamente, e logo depois, o adolescente disse o que faria com o menino se contasse, começando a bater no personagem da vítima no jogo.

Sobre o assunto, a AACC- -MS (Associação dos Amigos das Crianças com Câncer), local onde o fato teria acontecido, informou que já tomou as medidas cabíveis, “prestando atendimento multidisciplinar ao assistido e sua acompanhante envolvidos e a funcionária responsável pelo menor acusado foi afastada por tempo indeterminado, uma vez que a mesma descumpriu normas internas”.

A AACC explicou ainda que ambos “estão sendo amparados pela instituição, como foram desde sempre, uma vez que o bem-estar destes assistidos é prioridade do nosso trabalho. Inclusive, foi oferecido acompanhamento psicológico com um profissional especializado fora da equipe AACC/MS”, concluiu. (Raiane Carneiro)

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.