Encapuzados torturam e matam pai e filho em cidade do interior de MS

Giro
Foto: Reprodução/Internet

O proprietário de uma fazenda e seu filho, um jovem de 20 anos, morreram na manhã desta sexta-feira (14) após serem torturados por homens vestidos com roupas camufladas e capuzes na propriedade rural onde moravam, na MS-289, em Amambai – 340 quilômetros de Campo Grande.

As primeiras informações da PC (Polícia Civil) são de que os criminosos teriam invadido o local e capturados os dois. Em seguida, o pai foi executado a tiros e o filho foi amarrado antes de morrer a golpes de facão. Além disso, os marginais teriam destruído parte das instalações da fazenda e danificado o sistema de rádio comunicação antes de fugirem para a mata.

O delegado Ulisses Ney de Brito, da Polícia Civil de Amambai, chefia as investigações enquanto policiais estão em busca pelos suspeitos. Como não há sinal de telefone celular na região, as informações ainda são poucas, mas a movimentação de policiais e produtores rurais é grande nas proximidades em busca dos marginais.

Segundo Ponta Porã Informa, as vítimas eram bastante conhecidas e atuavam há anos no ramo de agronegócios, bem como participantes das festas de laço. O pai fez parte da diretoria dos Clubes de Laço Sentinela de Amambai e União Amambaiense, sendo um dos fundadores dessa entidade. Além disso, ele fez parte da diretoria do Sindicato Rural de Amambai, inclusive hávia tomado posse no mês de dezembro como diretor, para mais um mandato de 3 anos.

Confira na reportagem de Itamar Buzzatta:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.