Mais longa em 10 anos, estiagem requer atenção com saúde

Há mais de um mês sem chuvas, o sol, o calor e o tempo seco predominam em todo Mato Grosso do Sul durante o fim de semana. De acordo com o Cemtec (Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima), este é um dos maiores períodos de estiagem dos últimos dez anos.

Para este domingo (18), na Capital, o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) prevê índices entre 24% e 44% de umidade relativa do ar, o que deixa toda a população em alerta. Com dia ensolarado, os termômetros registram temperaturas entre 23°C e 33°C. Nesta segunda-feira (19) o dia será parcialmente nublado com temperatura mínima de 22°C e máxima de 33°C.

Em Dourados, a umidade relativa do ar fica entre 21% e 50%. O domingo será de muitas nuvens, mas as temperaturas devem chegar aos 36°C. A segunda-feira segue sem previsão de chuva e os termômetros registram mínima de 23°C e máxima de 34°C.

Segundo o Cemtec, quando a umidade no ar diminui muito, as consequências para a saúde vão desde ardência e ressecamento dos olhos, boca e nariz, até o agravamento de doenças respiratórias.

É essencial a ingestão de água, sucos naturais e água de coco. A pele também merece atenção especial neste período como evitar banhos com água muito quente e usar cremes hidratantes para aliviar os sintomas causados pelo tempo seco.

Outros cuidados importantes nesta época são evitar acúmulo de poeira, dormir em local arejado e umidificado com toalhas molhadas, reservatórios de água ou umidificadores. (Dayane Medina)

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.