Laboratório Urbano oferece atividades gratuitas na Capital

Com inscrições abertas, Laboratório Urbano Efêmero oferece atividades gratuitas dentro do ciclo de atividades teórico-práticas ligadas aos temas da inovação social urbana. O objetivo é desenvolver ações de reconhecimento e valorização do território do Complexo Ferroviário (com a Rotunda, antiga oficina de trens) e da área do Mercado Municipal Antônio Valente e seu entorno.

Através da ação coletiva de participação pública, o Laboratório tem como objetivo criar visões alternativas e identificar possibilidades para a elaboração de intervenções no espaço público, dentro de uma lógica de empoderamento do território e desenvolvimento sustentável.

Até o dia 23 de setembro, serão executadas atividades gratuitas como oficinas, palestras, debates e diversas outras, abordando temas como novas democracias, novas governanças, economia criativa e o cruzamento de artes, ciências e tecnologias sociais.

Um dos destaques do projeto é sua proposição de envolver e unir ativamente pessoas que representem os setores da Sociedade Civil, Academia, Iniciativa Privada e Administração Pública – de modo que, após as experiências junto ao Laboratório Urbano Efêmero, sejam gerados impacto e influência em mais pessoas, possíveis usuárias dos espaços e programas cocriados.

A iniciativa surge da ação conjunta do TransLAB.URB, coletivo sediado em Porto Alegre (RS), de atuação internacional, e da Unidade Gestora de Projetos da Prefeitura de Campo Grande, por meio do Programa Reviva Campo Grande, com fomento do Banco Internacional do Desenvolvimento (BID). Durante a realização do Laboratório, uma equipe transdisciplinar vai atuar juntamente com uma equipe local da prefeitura nas funções de desenvolvimento, facilitação e coordenação de diferentes frentes de trabalho junto a comunidade local.

O projeto já teve uma versão anterior realizada em 2018 na cidade de São Luís (MA), que continua gerando ações de impacto positivo para a população do território. A participação é aberta à sociedade em geral, a todos que queiram pensar novos usos para os espaços públicos. Diariamente, das 9 da manhã às 21 horas, está sendo feito atendimento no galpão da Esplanada Ferroviária, com discussões que interessam a toda a cidade. (Rafael Belo com assessoria)

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.