Refinarias sobrem o preço da gasolina

refinarias
Reprodução/Internet

A Petrobras anunciou nesta quarta-feira (31), que os preços da gasolina e do óleo diesel ficarão mais caros nas refinarias a partir de quinta-feira. Esse é o primeiro reajuste em 12 dias.

No último dia 19, a estatal havia reduzido em 2% o preço do combustível. A alta na gasolina é de 4%, sendo vendido em 1,7115 real/litro nas refinarias e o diesel subirá, em média, 3,75%, avançando para 2,0962 reais/litro.

Para o reajuste de preços, a Petrobras leva em consideração o chamado Preço Paridade Internacional (PPI), influenciado por fatores como câmbio e o preço do barril de petróleo no mercado internacional. A companhia utiliza ainda mecanismos de proteção através de derivativos financeiros para reduzir a frequência dos reajustes.

O objetivo é fornecer à sociedade uma referência de formação dos preços dos combustíveis no País, utilizando como base a média semanal dos preços levantados pela S&P Global Platts para diferentes pontos de entrega.

Essa iniciativa faz parte do processo de aumento da transparência na formação e divulgação de preços conduzido pela ANP para facilitar o acompanhamento e compreensão da variação dos preços dos combustíveis por parte da sociedade.

O repasse do preço da gasolina ao consumidor final depende tanto das distribuidoras como dos postos de combustível. Segundo a companhia, o valor da gasolina na refinaria equivale a 25% do total. Outros 16% são da distribuidora e dos postos, e 59%, de imposto. Acesse também:Obra de Paulo Freire é tema de encontro do Sesc Cultura

(Veja e Reuters)

Jornal Impresso

 

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.