Em reunião, comerciantes pedem retorno de atividades e alteração do toque de recolher

Foto: Itamar Buzzatta
Foto: Itamar Buzzatta

A Câmara de dirigentes lojistas (CDL) de Campo Grande levou uma série de reivindicações ao Governo do Estado e à Prefeitura durante reunião realizada na manhã desta segunda-feira (29). O grupo pede a volta das atividades comerciais, mudança no toque de recolher para a meia-noite, além de outras medidas.

Conforme apurado pelo jornal O Estado Online, os representantes do governo municipal e estadual não chegaram a um acordo com os comerciantes. Uma nova reunião entre as partes está marcada para acontecer na quarta-feira (31). 

A CDL apresentou hoje um ofício para as autoridades solicitando a flexibilização do atendimento presencial das atividades comerciais, permissão da abertura dos segmentos de oficinas, atendimento presencial nas áreas da saúde, como fonoaudiologia, fisioterapia, terapia ocupacional, clínicas e consultórios o retorno dos eventos realizados por empresas legalizadas. Também foi pedida a redução da pauta fiscal dos combustíveis, que deve sofrer aumento a partir do dia 1º de abril.

O grupo solicitou a inclusão de óticas, empresas de locação de veículos, serviços de certificação digital, academias de ginástica e musculação; berçários e escolas particulares de ensino infantil, fundamental e médio no Programa Prosseguir.

Vacinação

Além disso, no âmbito da vacinação, a CDL solicitou que jornalistas e outros profissionais da imprensa, além de motoristas de aplicativos, táxis e do transporte coletivo sejam colocados como grupo prioritário nas próximas campanhas de vacinação contra a covid-19.  

O presidente da CDL, Adelaido Vila, em entrevista ao Estado Online, lamentou o resultado da reunião e afirmou que esperava uma conciliação. “O Governo do Estado é irredutível quanto ao decreto atual. Isso vai gerar muito desemprego e falência”, comentou. 

Jéssica Vitória com informações de Itamar Buzzatta*

Veja Também: 

https://oestadoonline.com.br/2021/03/29/operacao-flagra-223-pessoas-nas-ruas-da-capital/

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.