Em Pedro Juan Caballero, policial é morto com 36 disparos de pistola 9 milímetros

hugo-12

Morreu na noite de terça-feira (12) o policial Hugo Ronaldo Acosta, de 32 anos, com 36 disparos de 9 milímetros em Pedro Juan Caballero, na fronteira com Ponta Porã – distante 329 quilômetros de Campo Grande.

Segundo o site Ponta Porã News, a principal causa da morte foi traumatismo craniano, já que Hugo levou vários tiros na cabeça. Ele também foi atingido no tórax, abdômen e nos braços.

A vítima conduzia um Voyage sem placas e seguia para a cidade de Cruze Bella Vista, onde estava trabalhando na 10ª Comissária. Ele serviu 2ª Comissária de Pedro Juan Caballero. Hugo foi cercado por pistoleiros que estavam em uma caminhonete em uma das ruas do bairro San Juan Neuman.

Logo depois da morte do policial, uma caminhonete Toyota Allion da cor azul, com queixa de roubo no dia 11 de setembro na cidade de Lambaré, foi encontrada em chamas na Colônia Mafucci, periferia de Pedro Juan Caballero.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *