Diretor de MS é indicado no BEST DIRECTOR AWARDS em Londres

bestedirector

Paulo Alvarenga e Marcelo Felipe Sampaio foram indicados para Best Director Awards em Londres. Paulo mora em Bonito, Mato Grosso do Sul, há mais de duas décadas e manifestou nas redes sociais a felicidade pelo feito. “Muito feliz com a indicação de MELHOR DIRETOR para ELDORADO – MENGELE VIVO OU MORTO? e LA PLATA YVUGUY – ENTERROS E GUARDADOS no  BEST DIRECTOR AWARDS @best_film_awards em LONDRES. Ter dois filmes concorrendo no mesmo festival na Inglaterra é uma honra para toda equipe”. Veja no fim da matéria o trailler e o making off surpreendentes de um dos indicados

“Very happy with the indication of BEST DIRECTOR for ELDORADO – MENGELE ALIVE OR DEAD? and THE LEGEND OF THE PARAGUAY WAR at BEST DIRECTOR AWARDS in LONDON. Having two films competing at the same festival in England is an honor for the whole team”, agradecimento no original.  https://www.instagram.com/p/CM9jczBHK3B/?igshid=1npun809ng62z

A imensa repercussão do filme “Eldorado – Mengele Vivo ou Morto?” se multiplicou agora que ele está passando nas principais plataformas digitais do planeta: Amazon Prime, AppleTV, NowTV e VivoPlay, já foi exibido na History Channel e History 2. O La Plata também está sendo estudado por outras plataformas de streaming e logo deve ser incorporado a elas passando pela mesma trajetória do outro filme.  Festivais, mídias e profissionais do circuito do cinema do mundo avaliam muito bem as  “películas”.

Paulo Alvarenga conta que Eldorado é um filme que se passa em São Paulo e é sobre o criminoso de guerra nazista, o mais procurado do mundo, Josef Mengele, o Anjo da Morte de Auschwitz. “Ele esteve de passagem pelo Paraguai e morreu em Diadema, São Paulo, cidade onde nasci. Então, O Eldorado conta a trajetória deste alemão médico da USS, um genocida”, explica. Veja no fim da matéria o trailler e o making off surpreendentes de um dos indicados

La Plata

Já o mais recente filme premiado “La Plata Yvyguy – Enterros e Guardados” veio devido a quantidade de material ainda disponível levantado de um curta de sucesso “O Guardado”. “O La Plata durou dois anos. É um filme totalmente independente. Em 2015 começaram as filmagens em Bonito, todo mundo é da cidade: atriz, atores e personagens. Depois outros personagens de Guia Lopes da Laguna e São Paulo também entraram. Ele ficou pronto em 2016 e foi lançado na FLIB (Feira de Literatura de Bonito). Era uma exibição para 50 pessoas. Foi tão grande a procura que foi exibido por três vezes”, revela. Veja no fim da matéria o trailler e o making off surpreendentes de um dos indicados

Para Paulo, a repercussão e circulação do filme pelo mundo é um enaltecimento de Mato Grosso do Sul. “É um história contada pelos mais velhos e anciãos sobre tesouros guardados. Chegou para todo o Brasil e mundo afora. Recebeu na última semana o prêmio de melhor roteiro e para nós foi uma grande alegria porque representa o Mato Grosso do Sul de uma forma muito legal. Ele conta a importância da história, da cidade, da região e dos indígenas do Estado. Traça toda a trajetória histórica da Guerra do Paraguai de uma maneira bastante profunda”, analisa.

La Plata recebeu o prêmio de melhor documentário em Sidney na Austrália em 2020. “Isso demonstra a força de nossas histórias e dá uma visibilidade interessante para as histórias, personagens, atores, atrizes e artistas de MS. É muito Positivo. É uma produção sem incentivo de ninguém. É independente com bastante gente legal envolvida nestes trabalhos”, destaca e lembra da representatividade de tudo isso.

“Estas premiações e indicações são de grande importância. O Cinema de Mato Grosso do Sul e Bonito brilham. A espinha dorsal do filme foi toda feita aqui. Produção e equipe são daqui. Isso taz uma nova configuração para o cinema de MS porque foge um pouco do eixo da Capital. Estamos produzindo filmes aqui no interior e já estamos fazendo outras coisas em Bonito. Demos uma parada por conta da pandemia, mas esta nova safra de filmes tem bastante fôlego, La Plata passa de 01h14. É uma história incrível”, pontua. Veja no fim da matéria o trailler e o making off surpreendentes de um dos indicados

História

O maior objetivo de Paulo Alvarenga era fazer um diário e gravar tudo pela Aldeia São João igual Guido Boggiani. Chegaram no local a convite do antropólogo, ganhador do professor nota dez, Giovani José Luis. Então, entre 2009 e 2010 idealizaram e produziram o curta “O Guardado”, que conta a história de Paulo Alvarenga na descoberta desta história. Até 2013 ele percorreu o mundo inteiro. Foi exibido em Londres, Nova York, Paris, Canadá, Barcelona na Espanha, Miami, Montevidéu e Buenos Aires, fora todos os festivais no Brasil. 

Paulo Alvarenga

Ele começou ainda na juventude, aos 14 anos, no teatro. Teve uma trajetória relevante ainda no amador. Depois em 1990 começou na fotografia com balé, artistas e acabou desenvolvendo um material nos cemitérios de São Paulo. “O Material com o balé me rendeu um prêmio. Então, minha e esposa e eu fomos convidados a morar no território Kadwéu, na Aldeia São João que é de Porto Murtinho, mas ficávamos mais para Bonito. Passávamos até 40 dias no Pantanal. Estou há 20 anos neste meu novo lar e não pretendo sair daqui”, conclui Paulo Alvarenga.  

Origem do La Plata

O curta “O Guardado”, deu origem a “La Plata Yvyguy – Enterros e Guardados”. Ele foi selecionado para o Brasil CineFest Petrobras – New York – 2011,  Brasil CineFest Petrobras – Buenos Aires – 2011, Brasil CineFest Petrobras – Vancouver – 2011, Brasil CineFest Petrobras – Londres – 2011,  Mostra CineBh  – 2010 e Curta Kinoforum – Festival de Curta de São Paulo – 2010.

“É um extrato ficcional do filme com atores de Mato Grosso do Sul. Ele foi todo feito em Bonito. Todo filmado aqui. A participação na locução é da atriz de teatro de São Paulo e de cinema, Malu Bierrembach. É um filme bem interessante e bacana. É um outro recorte desta mesma temática dos enterros e guardados. A atriz principal é Andréia Chaves. Os atores são Iago Isidorio e Márcio Meneghelli”, destaca Paulo Alvarenga.

Premiações

Os prêmios de Eldorado são de: Melhor Documentário – CineFest Pedra Azul (ES) – 2019;  Melhor Documentário – Hollywood Sun Awards – Los Angeles – EUA – 2020; Melhor Documentário – Inhapim CineFestival  – MG – 2020; Melhor Montagem – BIMIFF (Brazil International Monthly Film Festival) -2020; Melhor Cartaz – BIMIFF (Brazil International Monthly Film Festival) -2020 e Melhor Montagem – Inhapim CineFestival  – MG – 2020. Veja no fim da matéria o trailler e o making off surpreendentes de um dos indicados

O filme também já recebeu as seguintes indicações: melhor documentário – BIMIFF (Brazil International Monthly Film Festival) -2020; melhor direção – BIMIFF (Brazil International Monthly Film Festival) -2020; melhor fotografia – BIMIFF (Brazil International Monthly Film Festival) -2020; melhor roteiro – Inhapim CineFestival  – MG – 2020; Indicado e melhor fotografia – Inhapim CineFestival  – MG – 2020; Indicado e melhor direção – Inhapim CineFestival  – MG – 2020 e agora a melhor Direção – Best Director Awards  – Londres – 2021.

Eldorado está nas seleções oficiais do New York Sun Awards  – 2020, BIMIFF (Brazil International Monthly Film Festival) -2020, Mostra Brasil Longas – Festival de Cinema de Caruaru – 2020, Mostra Latino Americana – São Paulo – 2019, Eau Claire World Film Festival – Winsconsin – EUA – 2019 e Seleção Oficial – KinoDUEL International Film Festival – Minky – Bielorrusia – 2019.

Já La Plata Yvyguy – Enterros e Guardados foi premiado: Melhor Roteiro – Inhapim CineFestival  – MG – 2021,  Melhor Trailer – Inhapim CineFestival  – MG – 2021, Melhor Filme – Salt House Creative International Film Festival – 2020, Melhor documentário – OFFCINE – 2019 – Varginha (MG), Melhor Montagem – OFFCINE – 2019 – Varginha (MG) e  Melhor Edição – BIMIFF (Brazil International Monthly Film Festival) -2021.

La Plata recebeu indicações de melhor Direção – OFFCINE – 2019 – Varginha – MG, melhor Fotografia – OFFCINE 2019 – Varginha – MG, melhor Roteiro – OFFCINE 2019 – Varginha – MG, melhor Produção – Inhapim CineFestival  – MG – 2021, melhor Direção – Inhapim CineFestival  – MG – 2021, melhor Documentário – Inhapim CineFestival  – MG – 2021, prêmio originalidade – Inhapim CineFestival  – MG – 2021, melhor Direção – Best Director Awards  – Londres – 2021.

Também está nas seleções oficiais do BIMIFF (Brazil International Monthly Film Festival) -2021, Mostra Latino Americana – São Paulo – 2020, CineFest Pedra Azul  – 2020, Festival América do Sul – Corumbá – MS – 2018, Festival de Cinema Novo Oeste – Campo Grande – MS – 2018, /Finalista – Frame By Sound Festival – Santo Domingo – Rep. Dominicana – 2017, /Finalista – FICMA – Festival Internacional de Cine Con Médios Alternativos – Cidade do México – 2017 e  FLIB – Feira Literária de Bonito  – Bonito – MS – 2016.

Veja abaixo os surpreendentes trailler e making off de um dos indicados ao oscar em Londres:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.