Com persistência do tempo seco, médico esclarece como prevenir sangramento no nariz

Com persistência do tempo seco, médico esclarece como prevenir sangramento no nariz
Crédito: Divulgação

Falta de chuvas e aumento da concentração de poluentes, cresce o risco de agravamento de doenças respiratórias, infecções virais, problemas de pele e alergias

O clima desértico que vem sendo registrado no Mato Grosso do Sul tem preocupado a população. Tudo isso, porque o prolongado período de seca compromete a umidade relativa do ar trazendo prejuízos à saúde. Tempo seco, poluição e falta de cuidados, a consequência disso para algumas pessoas é a hemorragia nasal e esses sangramentos no nariz se tornam frequentes nessa época do ano.

O médico otorrinolaringologista e coordenador do curso de Medicina da Uniderp, Alexandre Cury, esclarece que nessa época, com ar seco, falta de chuvas e aumento da concentração de poluentes, cresce o risco de agravamento de doenças respiratórias, infecções virais, problemas de pele e alergias.

“A nossa saúde sente o clima de variadas maneiras: pele ressecada, dificuldades respiratórias, maior ocorrência de alergias, resfriados, gripes e até mesmo irritação nos olhos”, diz o especialista.

De acordo com o docente, dentre as regiões mais afetadas no organismo estão as mucosas internas. “As mucosas nasais estão mais sujeitas ao tempo seco, em razão da temperatura alta que dilata os vasos sanguíneos, o que facilita seu rompimento. Além disso, há um ressecamento de toda a região, até mesmo da garganta, que tem uma função de umedecimento também”, explica.

Conhecida como epistaxe, o sangramento da mucosa nasal também está associado a outros fatores. Nas crianças, ocorre com mais frequência em razão daquela “limpadinha” no nariz, o que pode lesionar a região de forma mais superficial, na parte frontal do órgão.

“Nos idosos, deve ser observado com mais atenção. Se o sangue é mais volumoso, pode se tratar de uma lesão mais grave e deve ser avaliado por um médico”, avisa.

Se observadas ocorrências persistentes de sangramento nasal, o médico deve ser comunicado para uma avaliação cuidadosa. “Alguns medicamentos e patologias como hipertensão arterial, sinusite e crises alérgicas como a rinite, também podem ser a razão do problema, que precisa de uma investigação mais aprofundada”, revela.

Dicas de cuidado e prevenção

*Na ocorrência de sangramento nasal, evite ficar exposto ao sol e ao calor. Busque um lugar fresco;
*Não vire a cabeça para trás, pois fará o sangue ser engolido o que pode provocar náuseas e piorar o sangramento. O ideal é que se incline levemente a cabeça para a frente para que o sangue escorra com facilidade;
*Faça compressas de água gelada ou gelo, na face e nuca;
*Hidrate as vias aéreas: há aplicadores próprios para a região nasal que facilitam a administração a lavagem do nariz, o que pode ser feito com uma solução caseira de água e sal;
*Beba bastante água;
*Se o sangramento persistir, procure um médico.

(Texto: Bruna Marques)

Veja também: Saiba quais ruas ficam interditadas nesse sábado

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *