Assembleia Legislativa marca o retorno da CPI da Energisa em MS

Reprodução/Nova News
Reprodução/Nova News

A Mesa Diretora da ALEMS (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul) e anunciou que o ambiente permanecerá fechado para o público externo e marcou o retorno da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito da Energisa) a partir deste sábado (16).

No ato, publicado na quinta-feira (14), foi mantido a transmissão ao vivo das sessões de maneira mista (presencial e remota), as reuniões da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) e as reuniões das demais Comissões de Mérito.

A CPI da Energisa foi instaurada no dia 12 de novembro de 2019 com o objetivo de apurar irregularidades no sistema de medição de energia elétrica e na realização de leitura de consumo de energia no Estado.

A ação foi baseada na média de consumo por mais de três ciclos consecutivos, que acarretaram no aumento injustificado de valores na fatura de energia elétrica por unidade consumidora, comprometendo a qualidade dos serviços prestados pela Energisa em Mato Grosso do Sul a partir de dezembro de 2018. Acesse também: Lula declara importância do agro, mas defende reforma agrária e indígenas de MS

(Com informações da Alems)

 

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.