Alta na movimentação do Dia dos Pais pode chegar a 20%

O Dia dos Pais tem previsão de crescimento de 20,38% e movimentação estimada para o comércio R$ 163,7 milhões no Estado, segundo pesquisa realizada pelo IPF-MS (Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento) da Fecomércio (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo). Em alguns municípios, a data superará a venda do Dia das Mães, comemoração que para muitos é vista como a melhor data de vendas do ano. Este ano, melhor relação entre pai e filho impulsiona o número de compra de presentes e comemorações. Contudo, o centro de Campo grande perde espaço para shoppings e venda na internet. Segundo especialistas, além da afetividade, fator que influenciou esse incremento foi a previsão dos saques de FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço).

Mesmo com 8,97% de indecisos, as compras de presentes no Estado devem movimentar R$ 89,86 milhões e as comemorações R$ 73,94 milhões. Em Campo Grande, o montante esperado de vendas é de R$ 42,56 milhões, do total de R$ 163,79 milhões. O estudo revelou ainda que em Corumbá/ Ladário, Dourados e Ponta Porã os gastos deverão superar o Dia das Mães. Com mais espaço nas datas comemorativas, cerca de 53,54% dos pais serão presenteados, aumento de 12,23 p.p. (pontos percentuais); já àqueles que receberão comemorações o valor é de 56,14%, crescimento de 18,27 p.p.

Entre os presentes, o destaque, assim como no Dia das Mães, fica por conta das roupas com 29,46%, mesmo que a escolha tenha sofrido queda de 7 p.p. Perfumes e cosméticos seguem a lista com 16,01% da preferência, assim como os calçados, 15,29%. Este ano, diferente de outras datas comemorativas, as compras serão antecipadas por grande parte do público, mas 56,24% comprarão na semana, o que, talvez, tenha contribuído para uma queda na pesquisa de preços de 5 p.p. Mesmo assim, 69,11% ainda pesquisarão preços.

Já nas comemorações, cresce a preferência pelas refeições em casa (43% em 2018, para 47% em 2019), contudo caiu de 47% para 37% o número de refeições na casa de familiares. Restaurantes aparecem com 10% das escolhas, quando no mesmo período do ano passado valor era de apenas 6%.

Centro perde força para shoppings e vendas on-line

No ano passado, o Centro de Campo Grande foi a principal local para comprar de presentes, segundo 72% dos entrevistados. Este ano, o percentual caiu para 60%. Com isso, a procura por shoppings passou de 10% para 17%, assim como as compras via internet, que passaram de 5% para 12%. Também houve mudanças significativas na forma de pagamento, mesmo o dinheiro permanecendo como a principal escolha para 43,88%, a utilização de crédito subiu para 25,42% (+7 p.p.) e débito 16,14% (+9 p.p.).

FGTS eleva ânimo de consumidores

Segundo a economista Daniela Teixeira Dias, do IPF-MS, a liberação do FGTS terá impacto positivo. “A expectativa eu acho que é o que mais impacta, vai dar um dinamismo para a economia. É positivo vai ingressar dinheiro, e pode sim ter motivado e provocado esse aumento nas compras. Especificamente vimos mudanças de comportamento que vão ao encontro de um endividamento, porém de forma consciente. Enfim, o FGTS tem mexido muito com as expectativas dos consumidores”, destaca.

Lojistas precisam aproveitar o momento

A economista do Sebrae-MS Vanessa Schmidt destaca a importância de lojistas e proprietários de restaurantes se atentarem para detalhes que podem representar em vendas expressivas desse novo cliente. “Nas compras on-line, é importante que os lojistas pensem em comunicar para o cliente aquilo que ele tem de melhor, oferecer propostas diferentes para o cliente, assim como promoções e principalmente comunicar sobre o prazo de entrega dessa mercadoria, para que ele não tenha surpresas. Em restaurantes a dica é que preparem um cenário, vimos que a data tem muito apelo afetivo então é importante destacar isso, além de oferecer promoções especiais para a data. Nas lojas físicas, os empresários devem proporcionar um cenário ao cliente, oferecer kits de presentes de acordo com cada perfil dos pais”, finaliza. (Michelly Perez)

 

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.