UEMS oferece mais 590 vagas e retorno do vestibular no interior

Governo do Estado aportou R$ 300 mil para a realização da prova e autorizou repasse de mais R$ 2,3 milhões para a instituição

A Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) vai contar com mais 590 vagas em novos cursos de graduação em 2021. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (9) pelo governador Reinaldo Azambuja.

Além dos cursos a distância que já estão com inscrições abertas (Pedagogia e Licenciatura em Ciências Sociais), a UEMS vai abrir os cursos presenciais de Agronomia, em Maracaju e Mundo Novo, com 50 vagas em cada unidade; de Sistema de Informação, em Nova Andradina (40 vagas); e de Tecnologia em Logística, em Jardim (40).

Depois de 10 anos, a Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) vai voltar a ter vestibular para ingresso de alunos nos cursos de graduação em 2021. A provável data da prova foi confirmada nesta segunda-feira (9) pelo governador Reinaldo Azambuja: 6 de fevereiro.

Com isso, a partir do ano que vem a universidade terá metade das vagas destinadas a alunos aprovados pelo Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e metade por meio do vestibular. O retorno da avaliação só foi possível graças ao apoio do Governo do Estado, que está aportando recursos na ordem de R$ 300 mil.

Investimento

Em reunião na governadoria, Reinaldo Azambuja autorizou ainda o repasse de R$ 2,3 milhões da Fundect (Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul) para a instituição.

 

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *