Mandetta faz alerta e diz que Brasil pode sofrer colapso

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou que o Sistema Único de Saúde (SUS), não está vivendo um colapso com o coronavírus, e assegurou que por mais que tenha tumultos e pontos de problemas, o governo está atuando de forma a preparar a rede para o crescimento dos casos confirmados da covid-19 no País.

Mandetta teve que se explicar após ter dito, mais cedo, que o sistema entraria em colapso até o fim de abril em razão da pandemia do novo coronavírus. “Claramente, em final de abril nosso sistema de saúde entra em colapso. Colapso é quando você tem dinheiro, mas não tem onde entrar (nos hospitais)”, afirmou.

“Nós temos muitas forças. Se nós não fizéssemos nada, se não aumentássemos a nossa capacidade instalada, se nós ficássemos parados, olhando, nós teríamos um mega problema, porque esse sistema, do jeito que ele vem, sem fazer nada, você colhe um colapso”, afirmou, em entrevista coletiva concedida no Palácio do Planalto, ao lado do presidente Jair Bolsonaro. “Nosso sistema ainda aguentaria, mesmo com a capacidade instalada normal, por volta de 30 dias.”

(Texto: Karine Alencar)

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.