Levantamento revela desempenho da bancada federal na Câmara

Laura Brasil

Relatório de desempenho dos deputados federais de Mato Grosso do Sul, a partir de dados disponiveis no site da Câmara dos Deputados, revela um equilibro entre eles, quando se trata do total de proposições (próprias ou em pareceres de outras propostas, nas comissões). Mostra também que a maioria dos parlamentares sul=mato-grossenses tem um alto indice de comparecimento às votações.

O deputado federal Fábio Trad (PSD-MS), com 91 propostas próprias apresentadas, chega a 113 quando somados os pareceres em comissões. É o que tem maior desempenho nesse quesito que compreende, projetos de Lei, moções, requerimentos e indicações. Ele vem seguido de Luis Ovando (PSL) com 23, Vander Loubet 21, Loester Trutis com 19, Rose Modesto com 16,com Dagoberto Nogueira 13, Beto Pereira com 11 e Bia Cavassa com 11.

Nas votações em plenário a paridade dos parlamentares fica nítida. Quatro parlamentares participaram das 144 votações, entre eles, Fábio Trad (PSD), Rose Modesto (PSDB), Luis Ovando (PSL), Dagoberto Nogueira (PDT). Os demais não ficaram longe desse número: Loester Trutis (PSL) com 141, Vander Loubet (PT) com 137, seguido por Beto Pereira (PSDB) com 136 e Bia Cavassa (PSDB) com 119.

As votações em comissões também demonstram bons desempenho da bancada sul-matogrossense. Quem mais participou foi, novamente, o deputado Fábio Trad com 512 manifestações, seguido pela tucana Rose Modesto com 468, em terceiro lugar Loester Trutis com 406. Além deles, Luis Ovando com 371,Beto Pereira com 230,Bia Cavassa com 204, Dagoberto Nogueira com 195 e Vander Loubet com 47.

O número de presença no plenário foi semelhante e equivalente. Rose Modesto e Fabio Trad empataram com 86 presenças nas sessões, seguidos por  Beto Pereira com 81, Luis Ovando com 84 e Loester Trutis com 72, Dagoberto Nogueira com 84 e Vander Loubet com 78.

Aparece em primeiro lugar presente em comissões o deputado federal Loester Trutis com 108, seguido por Fábio Trad com 96, Rose Modesto com 94, Bia Cavassa com 84, Luiz Ovando com 75, Dagoberto Nogueira com 61. Seguidos por Beto Pereira 41 e Vander Loubet com 15.

A tucana Bia Cavassa que é suplente esteve ausente quando o titular do mandato a ministra Tereza Cristina assumiu sua posição para votar na Reforma da Previdência. O levantamento apresentado pode ser acessado pelo portal transparência da Câmara Federal.

Os números, de uma maneira geral, revelam um equilibrio entre os parlamentares, ainda que alguns se destaquem nas primeiras e últimas colocações. É notavel contudo o elevao indice de presença e participação de todos eles, o que não era comum em mandatos anteriores. Na medida em que as ausências são menos toleradas pelo Regimento Interno, a participação de cada um aumenta. Alem disso todos os parlamentares conseguiram posições de destaque nas comissões, indicados por seus partidos, o que também contruibuiu para bons números finais.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.