Veja filmes que provocam reflexão e homenageiam a negritude

Foto: Reprodução/YouTube
Foto: Reprodução/YouTube

Respeitar é mais do que valorizar, mas uma oportunidade deixar o outro falar com sua própria voz. Neste Dia da Consciência Negra, 20 de novembro, nada melhor do que mostrar que a representatividade vale a pena ser cultivada.

A homenagem vai em uma lista com filmes do passado e também nos dias de hoje com histórias negras e com atores negros no papel principal das personagens, provocando uma verdadeira reflexão na discussão do racismo e prestando um serviço à negritude.

Veja a listagem (do mais antigo ao mais atual), prepare a pipoca e boa sessão de cinema!


A Cor Púrpura (1985)
De Steven Spielberg

O romance da escritora afro-americana Alice Walker vira este clássico do cinema estadunidense. Celie (Whoopi Goldberg) é uma mulher negra marcada por abusos. Reprimida por homens durante toda a sua vida, ela foi violentada aos 14 anos pelo seu próprio pai. Mas sua história trágica dá voz ao coração valente.


Mississipi em Chamas (1988)
De Alan Parker

O enredo conta a investigação da morte de três militantes negros, quando dois agentes do FBI vão a uma pequena cidade dos EUA. No local, o racismo é latente e a segregação social é inquestionável. A vida de todos, principalmente dos oficiais brancos, mudará para sempre ao curso da apuração policial.


Conduzindo Miss Daisy (1989)
De Bruce Beresford

Peça de teatro que se transformou neste clássico hollywoodiano. Morgan Freeman interpreta o motorista da rica judia Miss Daisy (Jessica Tandy), que é obrigada a ser conduzida pelo chofer negro após bater o próprio carro. O filme mostra, além da relação dos dois, o marcante anti-semitismo no sul do Estados Unidos.


Malcolm X (1992)
De Spike Lee

Denzel Washington estrela o próprio militante da causa negra, Malcom X. A autobiografia dramatiza situações reais da vida do ativista, como sua prisão, conversão para o islamismo, atentados e dificuldades na luta negra até sua morte, em 1965.


Ali (2001)
De Michel Mann

Biografia do grande boxeador Muhammad Ali. Will Smith interpreta Ali, contando a tragetória do pugilista entre os anos de 1964 e 1974. Mostra ainda a relação do esportista a movimento negro, destacando sua amizade com Malcom X.


Histórias Cruzadas (2011)
De Michel Mann

O livro “The Help” vira esse drama que mostra a relação da classe branca de mulheres elitistas com suas empregadas, todas negras – isso em plena era de luta pelos Direitos Civis nos EUA. O plot muda quando uma jornalista (Emma Stone) resolve contar a história sobre as patroas pela ótica das empregadas.


Django Livre (2012)
De Quentin Tarantino

A lógica dos heróis hollywoodianos é subvertida com a marcante – e violenta – presença do ex-escravo Django (Jamie Foxx). Com um Velho Oeste de cenário, ele forma dupla com o assassino de aluguel Schultz (Christoph Waltz). Juntos, os dois buscam por justiça, dinheiro e, principalmente, o amor de Django, sua esposa ainda escrava.


12 Anos de Escravidão (2013)
De Steve McQueen

O filme retrata a vida do músico negro Solomon Northup (Chiwetel Ejiofor), que vive livremente com sua família no ano de 1841. Entretanto, a reviravolta acontece quando ele é sequestrado e vendido como escravo. Por 12 anos, foi obrigado a trabalhar em plantações no estado da Louisiana.


Selma – Uma Luta por Igualdade (2014)
De Ava Duvernay

O filme é baseado na marcha pelo direito ao voto da comunidade negra. O ativista Martim Luther King Jr. (David Oyewolo) convence o movimento a fazer a passeata pacífico, e o resto é história. O longa também mostra a disparidade social, injustiça perantes os negros e a implementação da Lei do Direito ao Voto, pelo então presidente Lyndon Johnson. Ainda, o famoso discursos “I Have a Dream” (“Eu Tenho um Sonho”) do ativista.


Corra! (2017)
De Jordan Peele

Um filme de terror que tem como narrativa principal o racismo. Após um tempo de namoro, Chris (Daniel Kaluuya) resolve viajar com a namorada Rose (Allison Willians) para conhecer sua família. Ao chegar no local, em uma zona rural dos EUA, ele descobre que tudo não passava de uma armadilha.


Pantera Negra (2018)
De Ryan Coogler

Primeira produção solo do super-herói, Pantera Negra conta a história de T’Challa (Chadwick Boseman, in memoriam) que, após a morte do pai, retorna ao reino de Wakanda para ser coroado sucessor. No entanto, a soberania é contestada.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *