Tero lança single e mostra identidade artística na música

Atuação, canto ou qualquer outra forma de arte são as manifestações das ideias que perturbam a cabeça de quem é artista, gerando uma certa inquietude e vontade de fazer e inovar. Tero Queiroz, depois do teatro e cinema, agora lança-se na música por meio do rap “Chinelo de Dedo”.

Entre os temas abordados na canção, as políticas públicas e o genocídio indígena têm foco e, de acordo com Tero: “é um grande alerta, para autorreflexão. Alerta às ciladas que o poder quer nos colocar, até mesmo aquilo que nós achamos ter conquistado pode nos engolir”.

“Nessa música, gravamos na Condado Produções. A Marta faz um feat lindo. Tinha desejo, faz horas, de gravar com ela”, comenta ainda. Tero, que já havia se arriscado com uma primeira gravação antes, desta vez, para “Chinelo de Dedo”, preparou o terreno movimentando as redes sociais, por meio das publicações de amigos com a hashtag #chinelodededo.

“Aí, esse dom, que inclusive eu escrevi nesse período de ‘terremoto político’ vivido noa país e no mundo! Juntei a ‘fome com a vontade de ter o que comer!’”, complementa o artista.

Confira a notícia completa aqui, em nossa versão digital

(Texto: Léo Ribeiro/ publicado no site por Karine Alencar )

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.