Princesa do Japão desiste de status real e se casa com colega de faculdade

ela

princesa Mako, do Japão, se casou nesta terça-feira (26) com seu namorado desde a universidade, Kei Komuro, em uma cerimônia discreta após anos de controvérsia. Desde que anunciou o noivado, em 2017, o casal virou o alvo predileto dos tabloides, que destacavam as dificuldades financeiras da família plebeia de Komuro.

Mas, finalmente, “os documentos do casamento foram concluídos e aceitos”, afirmou uma fonte da casa imperial à AFP.

Imagens exibidas por canais de televisão mostraram a princesa e sobrinha do imperador Naruhito saindo da residência imperial de Akasaka. Com um ramo de flores nas mãos, Mako se despediu com uma reverência dos pais e da imprensa, além de um abraço na irmã.

— Kei é insubstituível. Nosso casamento é um passo necessário para que possamos proteger nossos corações — declarou Mako.

— Eu amo Mako — afirmou o marido, antes de acrescentar que “de agora em diante quero estar ao lado do amor da minha vida”.

Ela abriu mão de um pagamento de mais de R$ 5,34 milhões por amor.

A princesa Mako, sobrinha do imperador Naruhito do Japão, se casou  com o noivo plebeu e planeja viver nos Estados Unidos, informou a imprensa japonesa.

Ela também rejeitou o dote de até 150 milhões de ienes concedido às mulheres da família imperial que abandonam seu título para casar fora da realeza, segundo a imprensa local.

Na família imperial nipônica, as mulheres não podem ascender ao Trono de Crisântemo e perdem o título quando casam com um plebeu.

Mas, pela primeira vez na história do Japão após a guerra, a princesa de 30 anos e o noivo, da mesma idade e advogado em uma empresa nos Estados Unidos, se casaram sem o ritual tradicional.

As versões não foram confirmadas oficialmente, mas foram manchetes da imprensa japonesa.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *