Lia Mayo ,o “Furacão” do MS está de volta

Lia Mayo Furacao do Pantanal (Site Oficial)

Canções que marcaram gerações e são lembradas até dias atuais. Quem frequentava o carnaval em Matogrosso do Sul no final dos anos 90 e inicio dos anos 2000 nunca esqueceu desse nome , Porque ela sempre foi ícone nessas décadas, quando a axé music estourou nacionalmente ela foi o nosso maior nome até hoje nesse segmento. Levando o nome do nosso Estado a nível nacional, nadando contra a maré na capital do sertanejo.  O Estado online teve o prazer de entrevistar essa semana essa cantora que está de trabalho novo e fez história no MS.

Nascida em Campo Grande, MS Lia Mayo está há mais de 20 anos no mercado musical do Estado.
Ela é mãe,  cantora e compositora.

Já circulou pelos maiores eventos do Estado, desde shows em praça pública, como aniversários das cidades do interior,  casamentos, formaturas, coorporativos e carnavais.
No início da carreira, foi back vocal de duplas sertanejas.
Produziu e gravou jingles publicitários.
Passou a se apresentar como vocalista de Banda Show, até formar seu trabalho solo.
Participou de grandes eventos , cantando ao lado de artistas nacionais renomados.
Uma de suas marcas no palco sempre foi a alegria contagiante, animação e interatividade com o público.
Entre as canções que gravou, a música Cuida de Mim (Sou seu Pantanal), foi um dos destaques por enaltecer
e demonstrar o carinho e respeito da artista pelo Pantanal.
Foi apresentadora  no SBT MS e na BAND MS  com o Programa Lia Mayo, uma temporada ao Vivo de Segunda a sexta, onde fomentou e enalteceu a cultura regional e artistas do MS.
No início de 2021, em tempos de pandemia, se deparou  com as dificuldades de alfabetizar  suas filhas em casa, principalmente a caçula.
Para tentar descontrair a missão, criou a personagem Tia Lia e o que começou como brincadeira, acabou se tornando um projeto musical infantil educativo.
Resultado disso:  Compôs uma coletânea com 26 canções  inéditas, voltadas para a pré -alfabetização que em breve será lançada nas plataformas e redes sociais. Tia Lia também já está indo pra os palcos… Se apresentando por exemplo, nas comemorações do dia das crianças desse ano.
O intuito desse trabalho é oferecer um novo formato de canções para a criançada, pais e professores… Educação e diversão através da música.
Lia Mayo também lançará um single e show em Novembro que irá se chamar: DIGA SIM PRA VIDA.
É A VOLTA AOS PALCOS, Agora trazendo uma configuração mais madura, com maior propósito e sem perder a principal característica: A alegria.

O Estado online teve o prazer de matar a saudade dessa artista sensacional e teve a oportunidade de fazer algumas perguntas sobre sua trajetoria e sobre o futuro:

1- Como nasceu a Lia Mayo? É um nome de batismo ?
Lia: “Não é de batismo. Lia era o meu apelido e Mayo surgiu de forma inusitada , no momento de inscrição para um evento, que solicitava um nome artístico. Pensei em meses, conversando ali com meu ex  produtor e aquilo soou agradável naquele momento… E assim ficou”.
2- Fala um pouco sobre quando você decidiu viver de arte. Quais foram os desafios que enfrentou nesse período e qual a sua visão sobre o mercado ?
Lia: “Comecei profissionalmente na adolescência,  como back vocal e a partir de então,  trabalhos foram surgindo. Eu amava estar nos palcos, nos estúdios.
Fui vocalista de banda show até assumir carreira solo para atender uma demanda de eventos que foram surgindo.
Um dos maiores desafios que enfrentei, foi o fato de que quando iniciei aqui no Estado, quase não haviam mulheres cantando profissionalmente , era um meio de maioria muito masculina, o que fazia com que eu me sentisse um tanto quanto deslocada. Fico feliz com essa maior conquista feminina no mercado da música “.
3- Você deu uma pausa na carreira. Quantos anos foram? Como vc enxerga esse recomeço ?
Lia: “Sim, foi uma pausa forçada na verdade, após momentos de perdas familiares, que consequentemente me colocaram sob julgamentos externos. Na época me culpei imaginando que a exposição que tive, mesmo que apenas local, havia sido nociva. Precisei parar p  absorver, buscar cura, aceitação. Foi um tempo de muito amadurecimento”.
4- Qual ou quais projetos você está trabalhando nesse momento?
Lia: “No momento, finalizando a gravação de um single que será lançado em Novembro e que também dará nome ao meu Show: DIGA SIM PRA VIDA
E paralelamente, dando vida e formas ao meu Projeto Infantil Tia Lia”.
5- Quando vc pensa em Sucesso, qual artista ou outro profissional lhe vem à cabeça? O que essa pessoa tem que você mais admira?
Lia: “Quem me conhece, sabe o quanto admiro Ivete Sangalo, não só pela voz, pelas canções , mas pela capacidade de unir força, doçura,  humildade, empoderamento, brilho nos olhos… Tive a oportunidade de cantar com ela frente a frente e sentir de perto toda aquela energia abençoada.  Impossível não amar.
6- Qual musica sua você mais aposta que possa ser sucesso no futuro?
Lia: “DIGA SIM PRA VIDA”
Não que seja uma aposta, mas um desejo de que a mensagem que se encontra na canção chegue ao coração das pessoas, levando um pouco
de  encorajamento, resiliência.
Ela é  resultado da minha vontade de fazer música com um maior e melhor propósito.
7- Falando em futuro, você esta preparando um trabalho voltado ao público infantil, quando nasceu o desejo de fazer esse projeto?
Lia: “Nasceu no início da pandemia. Eu precisava alfabetizar minhas filhas em casa e não foi uma missão fácil só com aulas online.  P descontrair um pouco a missão,  comecei a brincar de Tia Lia. Resultado: Criei uma coletânea com 26 canções voltadas p alfabetização , que serão lançadas em breve nas plataformas  e Redes Sociais. Também está se transformando em um show a partir de agora, no mês das crianças”.
8- Alguma coisa que você é orgulhosa de dizer que está no seu passado?
Lia: “Minhas superações na carreira, na vida”.
9- Qual é a melhor memória que você tem sobre seus tempos de shows no carnaval?
Lia: “Ouvir por muitas vezes, o publico cantar minhas canções antes do show começar,  sentir aquele carinho era insuperável, afinal aquelas músicas não estavam na grande mídia. Aquilo era resultado do apoio dos amigos radialistas do interior, que gentilmente tocavam, divulgavam. Uma lembrança muito gratificante.
10- Como você gostaria de ser lembrada?
Lia: ” Como uma artista sul-mato-grossense que amava cantar a alegria”.
11-Qual foi o momento que você realmente sentiu que conseguiu? Tipo “cheguei”.
Lia: “Sinceramente, ainda não vivi esse momento. Até mesmo porque, acredito que o artista vive ciclos, fases.
E agradeço a Deus pela oportunidade de iniciar um novo ciclo, crendo sempre, que o melhor está ainda por vir”.
12- Onde você ainda sonha em cantar?
Lia: “Inusitadamente, sonho em cantar ainda, em grandes congressos , ao lado dos maiores palestrantes do Brasil. Acho incrível a diferença que fazem na vida das pessoas, ensinando sobre autoconhecimento e o poder transformador da alegria. Penso que a música é uma das principais ferramentas de cura interior”.
13- Você prefere uma plateia de 300 pessoas ou 30.000?
Lia: “Prefiro uma plateia, interativa, participativa, que vibre alto e cante junto. Independentemente de números”.
14- Cite três coisas que estão na sua lista de desejos?
Lia: “Saúde para realizar, produzir.
Que minhas canções alcancem quem precisar ouvir e que possa fazer diferença na vida de alguém.
Estar sempre perto das pessoas que amo”.
15- Cite três músicas que você está ouvindo no momento?
Lia: “-Alívio ( Jessé Aguiar)
-Retrovisor ( Pe Fábio de Mello e Ivete Sangalo)
-De mundo Bita a Palavra Cantada”.
16- Deixe um recado para seus fans que te acompanham a tantos anos e aguardam esse seu retorno aos palcos.
Lia: “Espero rever todos vocês em breve, matar saudades, cantar juntos, celebrar e agradecer à Deus pela vida.

 

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *