Ebook “Semeadora de Cordéis” conta histórias do cotidiano

aurineide

Depois de cinco livros publicados, a escritora, poeta e cordelista premiada, Aurineide Alencar, entra no mundo virtual e lança seu primeiro livro digital nesta sexta-feira (22), às 19h. O ebook, “Semeadora de Cordéis” chega ao público por meio de uma Live transmitida pelo Facebook com 26 cordéis contendo inspirações do seu cotidiano como moradora de Dourados.

O novo livro só foi possível devido a autora ter sido contemplada pelo fomento cultural da Lei Aldir Blanc (Lei Federal nº14.017), por meio de Edital de Chamada Pública realizado pela Secretaria Municipal de Cultura de Dourados. Mas, como toda nordestina arretada e repleta de sonoridade, Aurineide vai lançar um EP com três cordéis musicados e ministrará uma oficina. Para quem não sabe, EP é a sigla de “extended play”, é foi criada devido ao produto ser longo demais para ser um single e curto demais para um LP (Long Play).

Aurineide revela que neste sexto livro seguiu o mesmo processo dos anteriores: ir escrevendo conforme a ocasião. “Neste Semeadora de Cordéis, contém textos que falam ds história de amigos e familiares aqui mesmo da cidade. Eu tenho muitos poemas arquivados e que nem cheguei ainda a publicar”, explicou. Para se ter uma ideia da dimensão de todo o alcance e origem da paixão da cordelista, ela dá uma dica do cordel que “a picou” nesta trajetória no planeta dos versos e indica seu preferido no novo livro: “Cordel é vida”. Esta, inclusive, é a primeira leitura do livro.

Necessidade

Em meio a tantas incertezas no mundo das artes, o ano de 2020 revelou a necessidade da arte, mas também o descaso com os artistas, por isso, uma criação nascida transmite um sentimento diferente. “A emoção de lançar este livro é única, é como se fosse uma recompensa por passar o ano inteiro dentro de casa. Sabe, a princípio eu quis entrar em Pânico e ficar depressiva, mas logo eu pensei: vou mergulhar no mundo do cordel. Ele que outrora já me tirou de uma depressão e me curou de câncer. Assim eu fiz, me dediquei não só a produzir, como a organizar o que eu tinha escrito”, destacou reforçando a importância da cultura na vida do ser humano.

Com as características do original cordel, o ebook foi editado por Fernanda Ebling, da Arrebol Editora, e a capa é do artista plástico Tom Kyo.

Publicações – Os cinco livros publicados de Aurineide Alencar são: Nas veredas do cordel, Vida em versos, Mato Grosso do Sul nas asas do cordel, Pescador de cantos e Embrenhando-se em cordel. A cordelista não nega as origens e tem material publicado conforme rege o Nordeste com mais de 100 folhetos de cordéis e 15 desafios com a escritora e poetisa: Odila Schwingel Lange, a qual formam a dupla: Óxente & Tchê.

Além disso, Aurineide participa de 40 Antologias nacionais e internacionais. Ela é membro efetivo da Academia Douradense de Letras, da Academia de Letras do Brasil/MS, Academia Feminina de Letras e Artes do Mato Grosso do Sul, membro e Delegada da União Brasileira de Trovadores em Dourados, membro correspondente da Academia de Letras de Teófilo Otoni/MG, Academia Norte Rio Grandense de Literatura de Cordel.

Professora aposentada, a Literatura de Cordel vem do berço e foi com ela que aprendeu a ler e a escrever. A moradora de Dourados, nasceu em Catolé do Rocha (PB), é formada no curso de Letras e pós-graduada em Metodologias do Ensino Superior, especialista em Educação e mestra em Ciência da Educação. Aliás, o cordel é genuinamente brasileiro, nordestino e sertanejo, só o nome vem de Portugal. Cordel porque é uma modalidade literária vinda de folhetos de impressão exposto àvenda em varais de barbante, principalmente em Pernambuco, Paraíba e Ceará.

Reconhecimento

Aurineide Alencar, é vencedora de prêmios nacionais e internacionais, além de ser embaixadora universal da cultura da Unesco. Vem 2019 venceu o prêmio nacional internacional ‘TACURÚ PUCÚ’ de ORO, que é o nome de origem da cidade de Hernandarias, situada no Alto Paraná, no Paraguai, há mais de 400 anos. O reconhecimento aconteceu durante o “I Encontro de Literatura Moderna y Congresso Científico Liberoamericano de Educadores”, realizado na cidade de Hernandarias Paraguai, em julho, saindo das mão pelo prefeito local Amâncio Rojas Ferreira.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *